Lençóis Paulista tem ozonioterapia

Método é indicado para tratar diversas doenças e é aliado da estética

Ao estudar sobre tratamentos alternativos contra o câncer do marido, Luciene Chaves se deparou com a ozonioterapia, um método que oferece inúmeros benefícios à saúde. Desde então, ela se dedica ao assunto e é a primeira profissional de saúde a oferecer a técnica em Lençóis Paulista, onde aplica o método em pacientes que buscam tratar ou prevenir desde doenças físicas e transtornos mentais a desconfortos estéticos.

A ozonioterapia consiste na combinação de dois gases, oxigênio e ozônio. O ozônio é conhecido na medicina por eliminar bactérias, fungos e vírus. Para formar a composição ideal para aplicação, Luciene explica que o oxigênio natural recebe uma radiação e se transforma em ozônio. O gás tem como base 95% de oxigênio e 5% de ozônio. A partir da mistura, é definida a dosagem para atender às necessidades de cada paciente.

Entre as indicações de tratamento, a ozonioterapia auxilia no controle de inflamações, acelera o processo de cicatrização, favorece a oxigenação dos tecidos e combate micro-organismos nocivos. São mais de 260 doenças físicas e transtornos mentais em que a técnica é indicada, como, por exemplo, feridas em pacientes com diabetes, patologias degenerativas, dores articulares, reumatismo, autismo e depressão. No caso de pacientes diagnosticados com depressão, Luciene explica que a ozonioterapia age oxigenando o cérebro o que aumenta a disposição para que a pessoa realize suas atividades diárias e, ao mesmo tempo, consiga ter um sono reparador.

Além da medicina, a ozonioterapia é aliada da estética. As indicações vão de tratamento contra estrias, gordura localizada e acne a queda de cabelo e casos de calvície.

O método é considerado pelo Ministério da Saúde como prática integrativa e complementar. “O paciente continua usando o remédio receitado pelo médico e tem o apoio da ozonioterapia para potencializar o tratamento”, diz Luciene. Com base na assistência que a técnica oferece para tratamentos convencionais, a doutora também indica a ozonioterapia para pacientes em tratamento contra o câncer. “O ozônio vai deixar as células sadias oxigenadas e quando a pessoa recebe a quimioterapia o remédio vai direto para as células cancerígenas”, explica a profissional, que revela que o reflexo são efeitos colaterais mais brandos ou mesmo um tratamento quimioterápico sem as reações adversas.

TIPOS DE APLICAÇÃO

A ozonioterapia pode ser administrada de diversas formas: injeção subcutânea, água e óleo ozonizado, bolsa plástica ou administração retal. “As vias de aplicação se compensam, ou seja, o efeito é o mesmo”, garante a profissional de saúde. Já o número de sessões varia conforme a doença, mas o ideal é optar por um ciclo de dez sessões com uma aplicação por semana, com exceção para patologias autoimunes em que o recomendado é de até duas sessões por semana. “A partir da terceira aplicação é possível sentir os benefícios”, garante Luciene.

Para que o paciente se sinta mais confortável e tenha acesso fácil ao tratamento, a doutora trabalha com agendamento no consultório e atendimento domiciliar. Toda pessoa interessada em receber a ozonioterapia deve passar por uma avaliação. De modo geral, a técnica só é contraindicada para casos de hipertireoidismo descompensado, mulheres grávidas e pessoas com deficiência relacionada à enzima G6PD, condição rara.

Luciene Chaves é membro da Associação Brasileira de Ozonioterapia e em Lençóis Paulista atende na Rua Anita Garibaldi, 701. O contato pode ser feito pelo telefone (14) 9 9630-0164.

destaques

Comércio se prepara para a Black Friday

A segunda data mais movimentada para o comércio está prestes a chegar. No dia 27 de novembro tem a Black Friday, ou...

Cidade recebe melhor jogador do mundo

O beach tennis pode ser definido como uma mistura de tênis, vôlei de praia e frescobol. É considerado simples de se praticar,...

Campanha Papai Noel dos Correios será digital

Na última quarta-feira (18), teve início mais uma edição da campanha Papai Noel dos Correios, que terá algumas mudanças em relação aos...

Anaísa Portes Ramos é pioneira na cirurgia robótica no interior

Primeira cirurgiã robótica no interior do estado de São Paulo, a médica Anaísa Portes Ramos, nascida em Lençóis Paulista, é formada em...

Lençoenses lançam Art:Cidade

O artista audiovisual Lucas Dias Batista e o jornalista Júnior Placca lançaram na última terça-feira (17) o projeto Art:Cidade - uma vitrine...