‘Imploro que líderes se unam’, diz diretor da OMS

PANDEMIA – Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, prega união entre líderes mundiais diante do COVID-19

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou nesta quarta-feira (25) um plano humanitário para apoiar países mais vulneráveis à pandemia de coronavírus e voltou a reforçar a importância de o mundo adotar medidas de quarentena e isolamento social para conter a transmissão do vírus, que tem se acelerado nas últimas duas semanas.

Pelo Twitter, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, lançou o Plano Global de Resposta Humanitária e pediu a cooperação de todos os países. "Imploro aos líderes que se unam e prestem atenção a esse apelo."

Formado por seis pontos, o plano global orienta o aumento dos testes de coronavírus a todos os suspeitos, reforça o isolamento social de toda a comunidade e o cancelamento de eventos de massa e de viagens internacionais.

O plano global publicado nesta quarta também ressalta a necessidade de os países protegerem os "grupos vulneráveis, como idosos e pessoas com condições de saúde subjacentes" e os profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente, além de priorizarem "o tratamento daqueles com maior risco de doença grave."

O lançamento do plano humanitário e o pedido de cooperação dos líderes internacionais pela OMS se deu um dia após o presidente Donald Trump afirmar na terça-feira (24) que a Páscoa deve ser prazo para os americanos voltarem à normalidade.

“Podemos nos distanciar socialmente e ir trabalhar”, disse Trump, informando que as restrições de circulação de pessoas nos Estados Unidos devem cair até dia 12 de abril.

No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro fez pronunciamento nacional para criticar as medidas de isolamento e quarentena tomadas por governos estaduais no combate ao coronavírus.

Tanto os pronunciamentos de Trump quanto Bolsonaro causaram reação ao redor do mundo.

destaques

Caixa paga R$ 2,6 bilhões de auxílio a 4 milhões de beneficiários

A Caixa Econômica Federal realiza hoje o pagamento de R$ 2,6 bilhões do auxílio emergencial para 4 milhões de pessoas nascidas em...

INSS fará reagendamentos automáticos

A reabertura parcial das agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem congestionado a Central de Atendimento via telefone, um dos...

GAPSDownLP completa nove anos

A realidade das pessoas com Síndrome de Down pode ser muito difícil. Além de olharem o mundo de uma forma diferente e...

TST concede reajuste a funcionários e determina fim da greve dos Correios

Após 35 dias em greve, nesta terça-feira (22) funcionários dos Correios devem voltar ao trabalho. Ontem (26), no julgamento do dissídio da...

Caixa paga auxílio residual para beneficiários do Bolsa Família

A Caixa realiza hoje (22) o pagamento de R$ 428,7 milhões da primeira parcela do auxílio emergencial residual para 1,6 milhão de...

LEIA MAIS

GAPSDownLP completa nove anos

A realidade das pessoas com Síndrome de Down pode ser muito difícil. Além de olharem o mundo de uma forma diferente e...

São Paulo receberá 5 milhões de doses de CoronaVac

O estado de São Paulo deve receber, já em outubro, 5 milhões de doses da vacina CoronaVac, que está sendo desenvolvida pelo...

Depois de queda, procura por atendimento médico aumenta na UPA

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Lençóis Paulista tem registrado aumento no número de pacientes. Só nos 16 primeiros dias de...

Banco de sangue de Bauru pede doações urgente

O Banco de Sangue do Hospital Beneficência Portuguesa de Bauru (Hemovida) precisa de doações urgentes de sangue. Para doar...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui