Com ocupação no limite, Prefeitura amplia PAC de novo

Enfermaria ficou sem vagas nessa sexta-feira (19); UTI já está com 105% de lotação

Começou a funcionar nessa sexta-feira (19) o imóvel alugado pela Secretaria de Saúde de Lençóis Paulista com objetivo de ampliar o atendimento do PAC-19 (Pronto Atendimento à Covid-19). O objetivo da mudança é abrir espaço para ampliação de leitos de enfermaria diante do avanço da Covid-19 em Lençóis Paulista. O imóvel fica ao lado do Hospital Nossa Senhora da Piedade.

Como já funciona na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), uma tenda foi montada na Rua Piedade para a realização de uma triagem e também acomodar as pessoas que precisam de atendimento. Dentro do imóvel, a Secretaria de Saúde montou três consultórios, duas salas para testagem e duas salas de hidratação. Depois de passar pelo atendimento médico, se for necessário, o paciente é levado ao PAC-19.

Por conta da interdição da Rua Piedade no trecho entre as Ruas Geraldo Pereira de Barros e Sete de Setembro, o Departamento Municipal de Trânsito mudou para sentido único o trecho da Rua Piedade entre as ruas Sete de Setembro e Anita Garibaldi. Nesse trecho, a Rua Piedade só desce. Com isso, foi liberado o estacionamento nos dois lados da via, ampliando em 30 vagas a oferta de estacionamento naquela região.

OCUPAÇÃO TOTAL

De acordo com o Boletim Hospitalar divulgado nessa sexta-feira, mesmo com o aumento de três leitos de enfermaria, elevando o total para 45 leitos disponíveis no PAC-19, a cidade atingiu 100% de ocupação para os casos menos graves. Em relação aos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), além da ocupação total dos 18 leitos disponíveis, um paciente que já não estava mais em fase de transmissão ocupava um leito da UTI Geral do Hospital Piedade, o que elevou a ocupação para 105%.

“O aluguel do imóvel tem o objetivo de ampliar o espaço físico dentro do Hospital Piedade para que possamos colocar mais leitos para atender nossa população. É mais uma ação para não deixar nenhum lençoense sem atendimento, mas nossos recursos, sejam eles humanos, estruturais e financeiros, não são infinitos, por isso, precisamos da colaboração da população no cumprimento das medidas sanitárias”, explicou o Prefeito Anderson Prado de Lima.

destaques