Abin teria alertado Bolsonaro sobre 5.571 mortes por coronavírus

BRASIL – Bolsonaro teria sido alertado sobre mais de 5 mil mortes por coronavírus (Foto: Isac Nóbrega/PR)

Um relatório da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) aponta que o novo coronavírus poderá chegar a 207.435 casos no país e causar a morte de até 5.571 pessoas em duas semanas, até 6 de abril. As informações são do site The Intercept Brasil, que teve acesso ao documento sigiloso. Segundo o Intercept, o relatório é datado da última segunda-feira (23), às 22h10, e teria sido enviado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ontem, em pronunciamento em rede nacional, Bolsonaro criticou governadores e prefeitos por fecharem escolas e o comércio para evitar a propagação do coronavírus.

A projeção de 5.571 mortes leva em conta a evolução de casos oficiais e mortes causadas pelo coronavírus na China, Itália e Irã, países que estão entre os mais afetados pela pandemia. Em um cenário menos pessimista, a Abin projeta 71.735 casos e 2.062 mortes até 6 de abril, considerando a evolução da pandemia na Alemanha e na França, países que adotaram medidas restritivas com mais rapidez para enfrentar a crise. Essas projeções são feitas diariamente pela Abin e a partir dos dados divulgados pelo Ministério da Saúde e podem variar bastante de um dia para o outro. Segundo o site, o relatório anterior, do último domingo (22) projetava 8.621 mortes até 5 de abril no pior cenário.

 

Medidas de contenção

O relatório também analisa dados de outros países apontando que o avanço do coronavírus foi freado e os casos começaram a diminuir após a adoção de medidas restritivas. "Coreia do Sul, Irã e China conseguiram mudar a direção da reta, provavelmente depois da adoção de medidas de contenção", diz o documento.

No caso da China, o relatório afirma que o país conseguiu diminuir a taxa de crescimento dos casos cerca de 10 a 15 dias depois da adoção de medidas de contenção, inclusive com "lockout" (fechamento da entrada e saída de pessoas) em municípios e províncias.

"A partir desse período o número de casos novos parou de crescer na mesma taxa e o número de casos ativos começou a reduzir em função da melhora dos pacientes mais antigos", diz a Abin no relatório. Porém, a adoção do isolamento imposto em cidades brasileiras vem sendo alvo de críticas de Bolsonaro, que defende o fim da quarentena e a volta das pessoas ao trabalho para evitar problemas na economia.

destaques

Dois terços dos pais são contra retomada das aulas presenciais

A partir de segunda-feira (28), as escolas particulares de educação básica de Lençóis Paulista, inclusive creches e berçários, estão autorizadas a retornar...

Campanha para salvar vida do jovem Jonathan continua

A campanha criada para salvar a vida do lençoense Jonathan Aparecido dos Santos continua. Desde 2017, quando o...

Circuito Digital de Artes apresenta show da banda Capitão Zé

O Circuito Digital de Artes apresenta neste domingo (27) mais um grande espetáculo musical pelas páginas do Teatro Municipal Adélia Lorenzetti no...

Redução de casos de Covid-19 traz falsa sensação de segurança

Apesar das oscilações diárias nos números da pandemia, ao analisar o histórico da evolução do novo coronavírus (Covid-19) em Lençóis Paulista, dados...

PM apreende pés de maconha em bairro rural

Após uma denúncia anônima ocorrida na manhã da última quarta-feira (23), a Polícia Militar de Lençóis Paulista apreendeu pés de maconha, sementes...

LEIA MAIS

Redução de casos de Covid-19 traz falsa sensação de segurança

Apesar das oscilações diárias nos números da pandemia, ao analisar o histórico da evolução do novo coronavírus (Covid-19) em Lençóis Paulista, dados...

Diretoria de Saúde de São Manuel promove campanha de multivacinação em outubro

A Prefeitura Municipal de São Manuel, por meio da Diretoria de Saúde, realizará no período de 5 a 30 de outubro a...

Jaú realiza testagem em massa para a Covid-19

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Saúde, realiza no sábado (26), das 8h às 12h, na Praça da República,...

GAPSDownLP completa nove anos

A realidade das pessoas com Síndrome de Down pode ser muito difícil. Além de olharem o mundo de uma forma diferente e...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui