Comércio volta a ter restrições para atendimento a partir de hoje

SÃO MANUEL – Seguindo orientações do Governo do Estado, comércio volta a ter novas restrições para atendimento a partir de hoje (Foto: Divulgação)

A partir de hoje, começa a ser cumprido o plano de flexibilização da quarentena, a “Retomada Consciente”, por determinação do Governo do Estado de São Paulo, que não aceitou os argumentos do Pacto Regional que previa a abertura de mais segmentos do comércio, com horários diferenciados. Cada região do estado foi classificada com uma fase distinta de liberação.

A região de São Manuel está vinculada ao Departamento Regional de Saúde de Bauru, apesar de pertencermos a Região Administrativa de Sorocaba. A DRS de Bauru foi reclassificada na fase “laranja” de flexibilização, que autoriza a abertura controlada de um número de atividades consideradas não essenciais. Nela é permitida a abertura das atividades imobiliárias, escritórios, concessionárias, comércio e shoppings, com restrições de horários.

A Prefeitura de São Manuel estabeleceu regras sanitárias para o funcionamento do comércio em geral para os ramos de estética e beleza, restaurantes, lanchonetes, escritórios, imobiliárias e estúdios; todos classificados, inicialmente, como atividades não essenciais.

Os estabelecimentos que foram autorizados a abrir suas portas terão horário de funcionamento das 10h às 16h e a cumprir as regras sanitárias estabelecidas, promovendo o atendimento preferencial a idosos, gestantes e pessoas portadoras de comorbidades, disponibilizando álcool gel 70% em todos os pontos de atendimento e obrigando o uso de máscara.

O governador João Doria ainda não autorizou a abertura das escolas, academias de esporte de todas as modalidades e outras atividades que possam gerar aglomerações.  As academias estão classificadas na fase “verde” para poderem funcionar, o que no momento ainda não foi permitido. A autorização para o funcionamento de bares também está proibida.

A avaliação de cada município será feita de forma semanal e levará em consideração para a flexibilização continuar os índices já descritos. Se os índices melhorarem, como número de infectados, internações e leitos, o município poderá ir para outra fase, ou se piorar, retroceder de fase, como o que aconteceu com os municípios da região do Departamento Regional de Saúde de Bauru (DRS VI).

Classificação

Para que essa autorização de abertura fosse concedida, o Governo do Estado analisou diversos critérios, como taxa de ocupação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e leitos para cada 100 mil habitantes. Tais indicadores são avaliados em conjunto com dados de casos, internações e mortes por Covid-19. A próxima avalição pelo Governo do Estado está prevista para ocorrer em 28 de junho.

destaques