Carlão e Altair disputam até a praça para o último comício

RETA FINAL – Carlão Octaviani faz o último comício na próxima quinta-feira, na Praça Tiradentes – Foto: Divulgação

A disputadíssima eleição de Agudos teve ontem um embate adicional. Os dois candidatos à Prefeitura – Jose Carlos Octaviani (PMDB) e Altair Francisco da Silva (PRB) – requereram o mesmo local e horário para fazer seu comício de encerramento. Os dois queriam falar ao povo amanhã – quinta-feira – à noite, na Praça Tiradentes, em frente ao prédio da Prefeitura Municipal e à tradicional Escola Coronel Leite. As duas coligações fizeram ontem um acordo pelo qual Altair fará o seu comício na praça hoje à noite e Carlão manterá o seu para a noite de amanhã, conforme já estava programado.
A campanha agudense é, sem dúvida, uma das mais disputadas da região. A existência de apenas dois candidatos polarizou a disputa desde o início, tanto que os candidatos, além do corpo-a-corpo que muitos estão utilizando como forma única de campanha, realizam um maratona de comícios percorrendo todos os pontos da cidade. O fato de Altair ser o vice do atual prefeito Everton Ocatviani e de seu vice, Jaime Caputti (PR), ter sido o vice de Carlos Octaviani entre 2000 e 2008 aumenta a pressão da disputa. 
As duas campanhas agudenses têm propostas bastante parecidas. Carlão tem como promessa básica a desapropriação de um terreno ao lado da rodovia Marechal Rondon para a implantação de um segundo distrito industrial. Também tem em seu programa a construção de um parque ambiental nos mesmos moldes do implantado em Duartina e sua interligação a outras áreas verdes através de ciclovias. Ainda faz parte do seu plano as obras de canalização e construção de vias marginais junto aos córregos que hoje provocam enchentes na área urbana. 
Altair tem como programação preferencial a ampliação das verbas para a Saúde e a execução do Plano Diretor do Município, com parque ambiental, praças e interligações. Também é seu programa um novo distrito industrial.
Outro programa comum dos candidatos à Prefeitura agudense é a construção de casas populares. Carlão pretende conquistar 400 unidades ao longo dos próximos quatro anos, um número que entende suficiente para o enfrentamento do déficit habitacional do município. Altair não fala em número de casas, mas também é seu programa acionar os mecanismos federais, estaduais e privados para conseguir oferecer moradias à população nas diferentes faixas. 
 

destaques

Lista com 50 itens básicos de consumo ultrapassa valor do salário mínimo

O consumidor de Lençóis Paulista está pagando cada vez mais caro para abastecer a despensa. Com mais um mês de alta, o...

Com homenagem a escritor Ênio Romani, FILLP começa na terça

Está tudo pronto para a realização da 12ª edição do FILLP (Festival Integrado de Literatura de Lençóis Paulista), que neste ano, por...

Maior peça da caldeira chega à Bracell neste final de semana

Neste final de semana, uma das maiores e principais peças da caldeira do Projeto Star, obra de expansão da Bracell em Lençóis...

Lençóis tem 140 pessoas vivendo com HIV, diz Secretaria de Saúde

A última terça-feira (1) foi marcada pelo Dia Mundial da Luta Contra a Aids. A data foi instituída no Brasil e outros...

Lençóis irá receber equipe policial de Bauru para registro de ocorrências

Conforme noticiado na edição do último sábado (28), desde a terça-feira (1), a Delegacia da Polícia Civil de Lençóis Paulista passou a...