Prado anuncia primeiras novidades do próximo governo

Paulo Ferrari, ex-executivo da Zilor, assume Secretaria de Desenvolvimento Econômico

O prefeito Anderson Prado de Lima (DEM) começa a promover mudanças significativas no primeiro escalão de seu governo na próxima gestão. Em entrevista exclusiva concedida nessa sexta-feira (18) à reportagem de O ECO, o chefe do Poder Executivo de Lençóis Paulista, reeleito nas eleições do mês passado com 21.076 votos (60,46%), adiantou algumas novidades na administração que se inicia a partir do dia 1 de janeiro, data da posse.

Segundo Prado, algumas questões ainda estão em andamento e só serão divulgadas no futuro, mas algumas secretarias da Prefeitura Municipal já têm seus responsáveis definidos. A principal novidade está relacionada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que será chefiada por Paulo Ferrari, que levará para a Administração a experiência de mais de 30 anos adquirida no meio corporativo, mais precisamente no Grupo Zilor Energia e Alimentos.

Questionado pela reportagem, o prefeito justifica que a escolha se deve às necessidades da atualidade. “O atual cenário e o momento pelo qual Lençóis Paulista atravessa requer um secretário de Desenvolvimento Econômico altamente técnico, com um currículo profissional de alta performance. Encontramos tais competências no Paulo Ferrari, que dará uma grande contribuição com sua experiência profissional. Não tenho dúvidas de que ele pode realizar um excelente trabalho”, pontua.

O futuro secretário, por sua vez, se diz lisonjeado com o convite e garante que dará o seu melhor para que a cidade consiga prosperar ainda mais em relação à geração de emprego e renda. Ex-executivo de negócios da Zilor, Paulo Ferrari tem graduação, pós-graduação e MBA na área de Economia e, além da qualificação acadêmica e profissional, acredita que pode ajudar o município com sua vasta rede de contatos formada ao longo das últimas três décadas.

“Hoje, estou aposentado, mas trabalhei por 35 anos na iniciativa privada, onde criei muitos relacionamentos, tanto no meio empresarial quanto na área governamental, inclusive em Brasília. Não tenho dúvida que isso também vai ajudar bastante na Administração. Fiquei muito feliz com o convite do prefeito Prado e aceitei prontamente por acreditar que posso ajudar. Adoro Lençóis Paulista e acho que tenho muito a contribuir”, destaca.

Sobre suas expectativas para o cargo, Ferrari não economiza nas palavras. “É um grande desafio, mas chego para fazer acontecer. Quero ajudar neste momento de transformação e crescimento. Precisaremos investir em planejamento para que no futuro a cidade esteja preparada. Temos muitas empresas e precisamos gerar novos empregos e cuidar da qualificação de mão de obra. Precisamos de jovens com especializações para oferecer ao mercado”, completa.

Outras seis pastas têm movimentações

Além da Secretaria de Desenvolvimento, o prefeito Anderson Prado revelou já ter definido o futuro de outras pastas. A Secretaria de Convênios e Captação de Recursos ficará, como era esperado, sob a responsabilidade do vice-prefeito eleito, o vereador Manoel dos Santos Silva, o Manezinho (PSL). Outro vereador, que não concorreu à reeleição e voltará ao governo é André Paccola Sasso, o Cagarete (DEM), escolhido para assumir a direção do SAAE (serviço Autônomo de Água e Esgotos).

Quem também retorna ao governo depois de um período residindo fora do país é Claudemir Rocha Mio, o Tupã, que deve reassumir a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, que já dirigiu nos primeiros anos da atual gestão. Railson Rodrigues, secretário de Administração, assumirá interinamente a Secretaria de Educação, como já fez outras vezes, já que a atual secretária, Meiri Montanhero, comunicou o seu desejo de se aposentar e não deve permanecer no cargo.

Júlio Antônio Gonçalves, que hoje acumula a direção de diversas pastas por conta da contenção de despesas promovida em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), permanecerá apenas como secretário de Finanças. Em seu lugar, na Secretaria de Planejamento e Urbanismo, ficará Anderson Buratto, que responde atualmente pela Secretaria de Motomecanização, que também continuará provisoriamente sob sua responsabilidade.

De acordo com Prado, apenas estas pastas terão alteração de comando a partir do dia 1 de janeiro e já estão em transição. Devido à já citada reforma administrativa promovida para ajudar no enfrentamento da Covid-19, quatro ou cinco secretarias permanecerão sem nomeações até abril ou maio, o que pode ser revisto dependendo do desempenho econômico do município.

“A Secretaria de Recursos Humanos e a Secretaria de Administração ficarão sob a responsabilidade da Secretaria de Negócios Jurídicos. A Secretaria de Tecnologia da Informação e a Secretaria de Motomecanização ficarão sob a responsabilidade da Secretaria de Planejamento. Já a Secretaria de Turismo ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Econômico”, explica o prefeito. Ainda de acordo com Prado, a transição completa deve ocorrer no primeiro quadrimestre, pois todos secretários, coordenadores e demais funções estarão sob reavaliação de metas e resultados até o mês de abril.

“Estou realizando uma transição segura, haja vista que enfrentamos duas crises neste exato momento. A crise sanitária e o seu agravamento, que é a pandemia da Covid-19 e a crise econômica, gerada pela queda de arrecadação oriunda do abalo financeiro. O governo de Lençóis Paulista seguirá preservando a solidez do seu Orçamento, atuando pontualmente no reestabelecimento gradativo dos serviços públicos. O próximo ano exigirá prudência, segurança, economia, inteligência e disposição dos governantes municipais. Por isso, conto com o apoio dos servidores públicos e também da população. Essas crises não chegarão ao fim tão cedo”, finaliza.

destaques