Polícia Militar prende homem que assassinou a enteada

Indivíduo se entregou à polícia e confessou o crime

A Polícia Militar de Lençóis Paulista prendeu, por volta das 20h desse domingo (6), o autor do crime que chocou a cidade no final de semana. E.P.A., de 53 anos, que assassinou a enteada a facadas na Rua Jorge Amado, na Cecap, estava foragido desde o momento do homicídio, que ocorreu por volta das 17h30 do sábado (5).

De acordo com o Capitão Marcelo Paes, comandante da 5ª Cia da Polícia Militar, uma equipe foi em busca do indivíduo após ser informada que ele teria a intenção de se entregar. A PM deu início a uma patrulha para encontrar E.P.A. e, após algum tempo, conseguiu localizá-lo perto da Avenida Vinte e Cinco de Janeiro.

O indivíduo foi abordado, mas nada de ilícito foi encontrado durante a revista pessoal, apenas seus documentos pessoais e a quantia de R$ 2.198. “Ele confessou a autoria do feminicídio e informou que estava disposto a responder pelo crime que havia cometido”, explica Paes.

Ainda de acordo com o capitão, após os devidos procedimentos, E.P.A foi conduzido à CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Bauru, onde foi verificado que já havia um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. O indivíduo seria transferido para uma unidade prisional da região.

HISTÓRICO VIOLENTO

E.V.S.A., de 60 anos, esposa de E.P.A. e mãe da vítima, afirmou em depoimento à polícia que o marido é uma pessoa violenta e que costuma agredi-la verbal e fisicamente. Segundo ela, ele ingere bebida alcoólica com frequência e estava embriagado no momento do crime.

A vítima, E.A.V.B., de 29 anos, se dirigiu à casa de sua mãe na tarde do sábado para convencê-la a deixar a residência e se mudar para um lugar mais seguro. Após discutir com E.P.A. e se preparar para deixar o local, a vítima foi atacada pelo padrasto, que estava armado com uma faca.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima recebeu mais de dez facadas, que atingiram seu pescoço, cabeça, peito e pernas. E.P.A. fugiu após uma pessoa desconhecida se aproximar da casa e abrir o portão. A vítima já estava sem vida quando o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou ao local.

destaques