PM apreendeu mais maconha em quatro meses do que todo ano passado

LEVANTAMENTO – Tijolo de Maconha apreendido pela Força Tática com adolescente em fevereiro deste ano – (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar apreendeu mais maconha entre os meses deste ano do que durante todo o ano de 2015. Os dados foram divulgados nesta semana pelo tenente Tiago Zorzeto, comandante do pelotão da 5ª Companhia da Polícia Militar de Lençóis Paulista. Nos quatro primeiros meses deste ano, a Polícia Militar tirou de circulação 13,5 quilos de maconha ante 13,3 quilos nos 12 meses de 2015.
Segundo Zorzeto, a PM ainda apreendeu 300 gramas de crack no primeiro quadrimestre deste ano ante 800 gramas em todo 2015, além de 350 gramas de cocaína contra 700 gramas em todo ano passado. Durante entrevista, o tenente frisou que a droga é responsável pela maioria dos crimes de maior poder ofensivo, principalmente o roubo.
Ainda durante sua fala, Tiago Zorzeto, alertou os pais para o número de adolescentes presos envolvidos com drogas. "É o maior problema da cidade", afirmou, ao pedir que os pais acompanhem mais de perto a vida dos filhos. "Se estiver com idade, é melhor encaminhá-lo a um programa de menor aprendiz do que deixar que ele seja cooptado pelo tráfico", disse.
Ainda segundo o oficial, o número de pessoas presas este ano é maior do que em 2015. Ano passado foram presas pela Polícia Militar 165 pessoas, ante 58 prisões entre os meses de janeiro e abril deste ano. Zorzeto calculou que em 2015 foram presas 13,7 pessoas por mês. Em 2016 a média chega a 14,5 presos por mês (uma a mais).
No ano passado, 50 procurados pela Justiça, foram presos pela Polícia Militar contra 35 procurados presos nos quatro primeiros meses deste ano. Em 2015 a média de procurados presos por mês foi de 4,1 contra 8,7 procurados presos por mês deste ano, o dobro.
Em 2015, a Polícia Militar apreendeu 20 armas de fogo contra 5 apreensões este ano, média de mais de uma arma por mês. No ano passado, a PM ainda retirou das ruas 67 armas brancas contra 21 nos quatro primeiros meses de 2016. "Graças a essas ações, os nossos índices de criminalidade são baixos", destacou o tenente Tiago Zorzeto, ao lembrar que a maioria dos roubos registrados em Lençóis Paulista é mediante grave ameaça e não com arma de fogo.

destaques

Caixa paga R$ 2,6 bilhões de auxílio a 4 milhões de beneficiários

A Caixa Econômica Federal realiza hoje o pagamento de R$ 2,6 bilhões do auxílio emergencial para 4 milhões de pessoas nascidas em...

INSS fará reagendamentos automáticos

A reabertura parcial das agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem congestionado a Central de Atendimento via telefone, um dos...

GAPSDownLP completa nove anos

A realidade das pessoas com Síndrome de Down pode ser muito difícil. Além de olharem o mundo de uma forma diferente e...

TST concede reajuste a funcionários e determina fim da greve dos Correios

Após 35 dias em greve, nesta terça-feira (22) funcionários dos Correios devem voltar ao trabalho. Ontem (26), no julgamento do dissídio da...

Caixa paga auxílio residual para beneficiários do Bolsa Família

A Caixa realiza hoje (22) o pagamento de R$ 428,7 milhões da primeira parcela do auxílio emergencial residual para 1,6 milhão de...

LEIA MAIS

Polícia Ambiental localiza procurado em Borebi

Em continuidade a "Operação Jequitibá" em comemoração ao Dia da Árvore e ao Dia do Policial Militar Ambiental, ambos comemorados no dia...

Polícia Civil prende autor de homicídio praticado em Agudos

A Polícia Civil prendeu na última quinta-feira (17), em Itapuí, um homem de 40 anos apontado como autor dos disparos que mataram...

Homem é detido após furtar rádio de veículo

A Polícia Militar de Lençóis Paulista registrou um furto na madrugada dessa quinta-feira (17). Segundo informações, um indivíduo foi abordado por volta...

Criminosos disparam arma de fogo em tentativa de assalto

Um bar localizado na Vila São João, em Lençóis Paulista, foi alvo de uma tentativa de assalto na noite dessa quinta-feira (17)....

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui