Mãe e filha são agredidas após pedirem medida protetiva

O autor do crime foi preso e agiu com agressividade ao ser abordado pela polícia

Na última terça-feira (16) uma mulher registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Militar por violência doméstica e, na manhã da quarta-feira (17), se dirigiu novamente à delegacia para pedir uma medida protetiva contra o agressor. A vítima, V.T.A., de 37 anos, estava na companhia da filha M.L.A.C., de 20 anos, e as duas foram surpreendidas pelo agressor, A.M.S., de 40 anos, ao chegarem em casa.

De acordo com a mulher, o homem chegou na residência quebrando coisas e agrediu ela e sua filha. Seu irmão presenciou o ocorrido e lutou com o agressor, que foi contido por vizinhos que também se indignaram com a agressão. O homem fugiu em seu carro quando a polícia foi chamada, mas ficou rondando o quarteirão e ameaçando a mulher com uma faca sempre que passava em frente ao local.

A equipe policial conseguiu abordar o veículo e encontrar a faca. A PM também constatou que o indivíduo estava com a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida desde 2017. A.M.S. aparentava estar embriagado, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro e, alterado, foi escoltado para a delegacia com algemas. Ele foi preso em flagrante por violência doméstica, injúria e desacato.

destaques