Lençóis tem semana perigosa para condutores

Polícia Militar registrou três acidentes com feridos na quarta-feira (1)

A semana tem sido perigosa no trânsito de Lençóis Paulista. Após uma terça-feira (31) agitada, com três acidentes com vítimas, todos envolvendo motocicletas, conforme publicado no site de O ECO, a quarta-feira (1) continuou causando estragos e deixando feridos em pontos distintos da cidade. A Polícia Militar foi acionada para registrar outras três ocorrências na data.

Por volta das 6h55, na Rua Paraná, no Jardim Cruzeiro, uma motociclista identificada como B.F.A.S, de 27 anos, acabou sofrendo uma queda acidental do veículo, sofrendo um traumatismo cranioencefálico. Segundo a PM, a motocicleta, modelo Honda/Biz, foi removida do local por uma conhecida da vítima, não sendo possível avaliar os danos do veículo. As causas do acidente não foram confirmadas.

Às 10h20, uma motocicleta Yamaha/Ténéré se chocou contra um microônibus na Rua Papa Pio XII, no Jardim Ubirama. A vítima, G.B, de 24 anos, foi encaminhada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) com lesões na perna. O motorista do microônibus, E.F.S., de 20 anos, possuía uma permissão provisória para dirigir, que não lhe permitia conduzir esse tipo de veículo. Diante dos fatos, ele foi multado pela PM.

Outro acidente foi registrado no período da tarde, por volta das 14h10. De acordo com informações da Polícia Militar, dois carros colidiram no cruzamento da Avenida Brasil com a Rua Richieri Jácomo Dalben, na Vila Marimbondo. A.C, de 61 anos, motorista de um dos veículos, modelo Volkswagen Gol, teria desrespeitado uma parada obrigatória e acabou se chocando contra um Citroën/C4.

A motorista do C4, S.P., de 56 anos, não sofreu ferimentos, mas a passageira do veículo, D.N.S, de 43 anos, bateu a cabeça no para-brisas e precisou ser encaminhada à UPA, onde permaneceu em observação. Ainda de acordo com a PM, o motorista do Gol, que estava com o licenciamento do veículo atrasado e a carteira de motorista vencida, foi autuado pelas irregularidades e orientado a regularizar os documentos.


A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade.

Valorize o jornalismo profissional. Fuja das Fake News. Clique aqui e assine O ECO!

destaques