Lençóis Paulista volta a receber patrulhamento com motocicletas

PM quer reduzir criminalidade e ocorrências de perturbação de sossego

A Polícia Militar de Lençóis Paulista anunciou que a partir deste sábado (12), a cidade volta a receber a Rádio Patrulha com Motocicletas (RPM). Com este novo esquema de policiamento, a PM espera intensificar a presença de militares em regiões que têm concentrado o maior número de ocorrências por perturbação de sossego causada por infrações cometidas por motocicletas.

O novo esquema foi anunciado ontem à reportagem de O ECO pelo comandante da 5ª Cia da Polícia Militar, Capitão Marcelo Paes, que ressaltou que o patrulhamento que, até então, vinha sendo feito apenas pelas viaturas policiais, ganhou o reforço de motos para coibir determinados crimes e infrações de trânsito.

“O aumento populacional que vem acontecendo em Lençóis Paulista, aliado com o maior fluxo de veículos, acarreta em congestionamento em alguns pontos da cidade em determinados horários, o que impede a locomoção das viaturas em caráter emergencial por conta do trânsito nas principais vias. A Rádio Patrulha com Motocicletas vem para facilitar essa locomoção, por ser mais rápida, mais ágil do que a viatura em quatro rodas”, explicou o Capitão Marcelo Paes, que reforçou que quanto menor o tempo resposta, mais eficiente é o trabalho da polícia.

Aliado a isso, a Polícia Militar identificou nos últimos meses um problema grave que vêm acontecendo na cidade: a perturbação de sossego por motociclistas que têm abusado na forma de condução de seus veículos. “Notamos que têm aumentado o número de chamados com problemas relacionados à direção perigosa de motos, motociclistas que andam sem escapamento para chamar atenção com barulhos e os que fazem manobras perigosas em locais com aglomeração de pessoas, colocando em risco a vida de todos, especialmente no período noturno e aos finais de semana”, destacou.

Todo este contexto levou a Polícia Militar a sentir a necessidade do retorno do programa de patrulhamento com motos, que deixou de cobrir a cidade há cinco anos. Os policiais responsáveis pela nova ronda passaram por treinamento específico. “Não adianta ter motocicletas e carecer de estrutura e preparo. Trata-se de um policiamento que devolverá a sensação de segurança à população. Estudamos uma forma de direcionar um policiamento eficiente, diário e constante”, frisou.

A RPM tem início a partir deste sábado (12) e já inicia com o intuito de ampliação para o próximo ano com a vinda de mais motocicletas. “Pretendemos, inclusive, divulgar posteriormente os dados para verificarmos se este novo esquema surtiu efeito para coibir crimes e infrações de trânsito. Estamos nos esforçando para que a PM cumpra todos os chamados. Temos a intenção de realizar um trabalho preventivo eficiente com bloqueios e patrulhamento”, ressaltou.

destaques