Ladrão invade casa e rouba arma de fogo carregada

Vítima, idoso de 88 anos tentou reagir; criminoso também levou R$ 1 mil em dinheiro

A Polícia Militar de Lençóis Paulista registrou uma ocorrência de roubo na manhã do último domingo (14). De acordo com informações obtidas pela reportagem, por volta das 8h, um homem invadiu uma residência na Rua Anita Garibaldi, no Centro, surpreendeu um idoso e revirou o local em busca de objetos de valor. Na ação, o criminoso subtraiu uma arma de fogo e R$ 1 mil em dinheiro.

Em depoimento à polícia, a vítima, A.N.F., de 88 anos, disse que estava sentado no quintal da casa quando foi surpreendido por um homem negro, de aproximadamente 1,75 metro, com bigode e vestindo uma camiseta de cor marrom. Segundo ele, o indivíduo tentava abrir uma das janelas. Quando percebeu sua presença, ordenou que ficasse em silêncio e invadiu o imóvel.

De acordo com o idoso, o suspeito revirou os cômodos da casa até chegar ao seu quarto, onde encontrou R$ 1 mil em espécie, além de um revólver calibre 38, da marca Taurus, com capacidade para seis munições. A arma, registrada no nome da vítima, estava carregada e tinha outros seis cartuchos extras. A.N.F. relatou que tentou reagir, mas foi empurrado pelo ladrão, que deixou a casa pelo portão da frente.

Após o ocorrido, a Polícia Militar foi acionada e, em posse das características do indivíduo, fez diversas diligências pelas imediações na tentativa de localizá-lo, mas não teve êxito. O caso foi transmitido à CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Bauru para posterior andamento na Polícia Civil de Lençóis Paulista, que instaurou um inquérito para investigar o crime.

Suspeito foi detido no Jardim Primavera

Na tarde dessa quinta-feira (18), durante patrulhamento de rotina pelo Jardim Primavera, uma equipe da Polícia Militar de Lençóis Paulista identificou um homem com as mesmas características do criminoso responsável pelo roubo da arma de fogo no último domingo (14).

Por volta das 11h40, em abordagem feita na Rua Carlos Fuganholi, D.C.F.S., de 33 anos, foi revistado, mas não portava nada ilícito. O homem foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil para ser interrogado. Após negar o crime, o suspeito tentou acusar outro homem, que, ao ser procurado pela polícia, também negou o crime.

Segundo a Polícia Civil, imagens de câmeras de monitoramento mostram que D.C.F.S. estava perto do local do crime, o que reforça a suspeita de que ele seja o autor do roubo. Ele continua negando e segue em liberdade. A polícia continua em busca da arma, que ainda não foi encontrada.

destaques