Inquérito investiga abordagem da PM após disparo contra suspeito

Polícia diz que rapaz tentou atacar agente com uma faca; família nega e faz acusação de abuso

A 5ª Cia da Polícia Militar de Lençóis Paulista instaurou um procedimento interno para apurar as circunstâncias de uma abordagem que acabou com um rapaz de 19 anos baleado na tarde do último domingo (3). A ocorrência, registrada na Cecap, também resultou na abertura de um inquérito no âmbito da Polícia Civil.

De acordo com informações da PM, o indivíduo, identificado como J.V.R.O., foi alvejado por um policial depois de tentar atacar outra agente com uma faca durante uma abordagem feita depois que o rapaz foi flagrado em atitude suspeita. A família, no entanto, rebate as informações e acusa os policiais de abuso de autoridade.

Segundo o capitão Elcio Torres, comandante da 5ª Cia da PM, por volta das 16h30 do domingo, uma equipe patrulhava a Rua Paulo Ronai, na Cecap, quando, em um local conhecido como ponto de tráfico de drogas, avistou J.V.R.O. manuseando algo e, suspeitando do comportamento do jovem, decidiu averiguar.

Ainda com base no registro da ocorrência, ao ser abordado, o rapaz resistiu, tirando uma faca da cintura e tentando atacar uma policial. Reagindo à investida, outro agente efetuou um disparo na direção do suspeito, que, depois de ser atingido, ficou no chão até ser socorrido pela equipe na própria viatura da PM.

PASSAGEM ANTERIOR

A PM também informou que J.V.R.O. portava uma porção de maconha, 14 porções de cocaína e dinheiro (o valor não foi informado), no momento da abordagem. Além disso, o rapaz tinha passagens anteriores por tráfico de entorpecentes e um mandado de apreensão de quando ainda era menor de idade.

Sobre os desdobramentos da ocorrência, o capitão Elcio Torres explicou à reportagem de O ECO que foram feitas diligências no local para verificar a veracidade das informações e revelou que também foi instaurado um procedimento interno (Inquérito Policial Militar) para investigar o caso.

“A arma do policial que efetuou o disparo (os envolvidos não foram identificados) também foi apreendida. Será feito um exame residuográfico na mão dele e um exame de corpo delito no jovem que recebeu o disparo. Esse procedimento é necessário para verificar as circunstâncias da ocorrência”, disse.

Segundo informações obtidas pela reportagem de O ECO, peritos da Polícia Científica também estiveram no local após o ocorrido. A Polícia Civil de Lençóis Paulista informou que o caso já foi registrado na CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Bauru para a abertura de um inquérito.

O OUTRO LADO

A família de J.V.R.O. questiona as informações da PM e vê abuso na abordagem. Uma mulher que se apresentou como esposa do suspeito, mas não quis se identificar, alega que ele não estava armado com uma faca e diz que ele havia saído de casa para ir até uma padaria perto do local do ocorrido.

Segundo a jovem, J.V.R.O. foi atingido pelas costas, na altura da cintura, e a perfuração de bala atravessou seu corpo. Após receber atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Lençóis Paulista, ele foi transferido para o Hospital de Base em Bauru, onde passou por uma cirurgia e passa bem.

Em recuperação na unidade, o rapaz está sob escolta policial e, depois que se recuperar, deve ser encaminhado à Fundação Casa (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente) por conta do mandado em aberto. A família informou que já procurou auxílio de um advogado para tratar da questão.


A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade.

Valorize o jornalismo profissional. Fuja das Fake News. Clique aqui e assine O ECO!

destaques