Foragida da justiça é presa com documentos falsos

Uma mulher que estava foragida da justiça do Mato Grosso do Sul foi presa nesta quarta-feira (9) em Lençóis Paulista. Ela foi detida no Maestro Júlio Ferrari com diversos documentos falsos. 
De acordo com informações da Polícia Militar, a equipe da Rocam estava fazendo patrulhamento quando abordou M.D. em uma motocicleta. Ao ser indagado ele disse que morava no Júlio Ferrari e que estava sem os documentos. Eles desconfiaram e acompanharam homem até sua casa para que ele apresentasse os documentos.
Ao chegar na casa, a mulher do suspeito apresentou um R.G. com o nome de Juliana Alexandre de Oliveira. No entanto, o homem havia falado que o nome de sua mulher era Patrícia. M.D. tentou justificar dizendo que ele havia se confundido e que Patrícia era o nome de sua ex-mulher. Os policiais então pediram para ver a certidão de nascimento da criança e descobriram que ela estava registrada no nome de M.D. e Patrícia.
Juliana então confessou que era procurada pela justiça da cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul e que havia achado um título de eleitor da Patrícia e que, através de uma pesquisa na internet descobriu o número do R.G e CPF, tirou segunda via dos documentos e os usou para dar entrada na maternidade e também para registar a criança que nasceu em Lençóis.
Diante dos fatos, a mulher foi levada para a delegacia, presa e encaminhada para a penitenciária feminina de Pirajuí.

destaques