5ª Cia da Polícia Militar tem três policiais afastados por Covid-19

Na semana passada o número chegou a nove contaminados pela doença

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Polícia Militar tem que enfrentar, além dos criminosos comuns, um inimigo silencioso: a Covid-19. Na semana passada, o número de policiais contaminados pelo vírus chegou a nove na 5ª Cia de Lençóis Paulista. Nesta semana, três, seguiam afastados por conta da doença.

De acordo com o Tenente Nascimento, de Bauru, que responde por Lençóis Paulista na ausência do Capitão Marcelo Paes, que está de férias, e do Tenente Giorgi, que também está afastado por Covid-19, toda semana há casos de coronavírus entre a Polícia Militar. “Desde que a pandemia começou, temos sempre casos positivos de Covid-19. O procedimento padrão é afastar os policiais, que ficam em casa e sem contato com o restante da equipe”, explica.

Segundo o Tenente, o policiamento da cidade não é prejudicado pelo afastamento dos policiais. “Nós trabalhamos em escalas, sem rotina; não existe final de semana ou noite. Então, quando há casos confirmados de Covid-19, adequamos as escalas para não termos prejuízo e os policiais que estão de serviço trabalham para suprir essa falta”, afirma.

Atualmente, a 5ª Cia da Polícia Militar de Lençóis Paulista está com três policiais a menos: o Tenente Giorgi, que deveria responder na ausência do Capitão Marcelo; um policial de Lençóis e um policial de Agudos, que faz parte da corporação lençoense.

destaques