SAAE abre comemorações do Dia da Água

PRESERVAÇÃO – Alunos da escola Elisa Pereira de Barros abrem programação do Dia Mundial da Água – (Foto: Divulgação)

Na manhã de ontem, sexta-feira 4 de março, os alunos do quarto ano da escola municipal Elisa Pereira de Barros abriram a programação do Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março. O Programa Água para a Vida Toda, de Educação Ambiental do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) em parceria com as diretorias de Educação e de Meio Ambiente, vai levar os alunos do quarto ano do ensino fundamental das escolas municipais para uma aula de campo que começa no Parque do Paradão e termina na ETA (Estação de Tratamento de Água). 
O objetivo é desenvolver o tema “água e trabalho” e relacionar a necessidade e sua importância nas atividades profissionais e o trabalho de cada um para a preservação da água. As atividades com as crianças começaram ontem e vão até o dia 24 de março nos períodos da manhã e tarde. 
O evento contou com a presença do diretor do SAAE, José Antonio Marise, da diretora de Educação, Lucinara Barbosa, do diretor de Meio Ambiente, Benedito Martins, professores e técnicos do SAAE e do Meio Ambiente.
Para Marise, o evento é importante porque faz parte de um calendário mundial que tem como objetivo falar sobre a importância e preservação da água. “A cada ano, a ONU (Organização das Nações Unidas) convida a população do mundo todo a refletir sobre a importância da água, neste ano o foco é o trabalho humano e a qualidade da água. As pessoas precisam entender que para que se tenha água de qualidade é necessário todo um trabalho antes disso e eu, como diretor do SAAE, convivo com isso e sei da importância do trabalho dos colaboradores do SAAE para que a população tenha água de qualidade em suas residências. Reunimos as crianças para que elas saibam que ao trabalho humano é importante e também para que levem a informação para casa e sejam adultos conscientes”, diz. O SAAE produz, em média, 25 milhões de litros de água por dia, metade vem do Rio Lençóis e recebe o tratamento na ETA. A outra metade é proveniente de poços profundos que captam água no Aquífero Guarani.
Hoje, quase metade dos trabalhadores do mundo – 1,5 bilhão de pessoas – trabalham em segmentos relacionados com a água e, praticamente, todas as profissões dependem da água, além daqueles que garantem a sua entrega segura. O tema instituído pela ONU para 2016 – água e trabalho – mostra como a quantidade e qualidade suficiente da água pode mudar vidas e meios de subsistência dos trabalhadores – e até mesmo transformar as sociedades e economias.

destaques