Museu da Imagem e do Som exibe curtas-metragens

Exibição faz parte do Programa Mostra Cinema de Acervo

Nesta semana, entre hoje (17) e domingo (20), o Museu da Imagem e do Som exibe a Mostra Cinema de Acervo, com dois curtas-metragens que foram produzidos com o intuito de questionar e refletir sobre as mazelas vividas por determinados personagens da sociedade e como cada um, a seu modo, sobrevive. As transmissões acontecem às 20h. Mais informações pelo site https://www.mis-sp.org.br/pontos_mis.

No filme Primeira chance, com direção de Roberto Santos (Brasil, 1963, 11 minutos, indicação livre), o diretor questiona o sistema de ensino e suas falhas. Já o curta Danielle carnaval e cinzas, dirigido por José Augusto Iwersen (Brasil, 1979, 23 minutos, classificação 18 anos) convida o público a entrar na casa e na vida de Danielle, sendo um dos pioneiros a abordar o universo LGBTQIA+ sem recorrer a estereótipos, tendo sido ganhador do prêmio de Melhor Filme no Super Festival Nacional do Filme Super 8, de 1979.

A campanha #MISEMCASA apresenta a Mostra Cinema de Acervo com uma seleção de filmes brasileiros digitalizados a partir de material físico disponíveis no Acervo do Museu da Imagem e do Som. As produções selecionadas, tanto ficções quanto documentários, apresentam um panorama da produção nacional realizadas desde o final da década de 1970 até 1990. São filmes que refletem sobre as questões políticas e sociais do Brasil, mostrando o papel do cinema como linguagem artística capaz de catalisar diversas discussões sobre temáticas necessárias.

Essas produções são resultado dos primeiros trabalhos cinematográficos de grandes nomes da produção nacional, tais como Cao Hamburguer, Eliana Fonseca, Joel Pizzini, Anna Muylaert, Jorge Furtado entre outros nomes.

destaques