Equipes brigam por últimas vagas nas quartas de final

Jogos da rodada deste domingo (3) acontecem no Vagulão e no distrito de Alfredo Guedes

Na manhã deste domingo (3), os estádios municipais João Roberto Vagula (Vagulão) e Zeferino Ribeiro Sobrinho (Alfredo Guedes) recebem quatro confrontos decisivos da Copa Lençóis de Futebol Amador. As partidas definem os últimos classificados para as quartas de final da competição promovida pela Secretaria de Esportes e Recreação de Lençóis Paulista.

No Vagulão, às 8h, o Vila Nova, que se garantiu nas oitavas em sorteio realizado no congresso técnico, encara o União Primavera, que avançou com goleada de 7 a 1 sobre o Esportivo União. Às 10h, o Nova Lençóis, também classificado em sorteio, pega a Ponte Preta, que venceu o Reduto Atleticano por 4 a 2 nos pênaltis, após empate de 1 a 1 no tempo regulamentar.

Em Alfredo Guedes, às 8h, o Asa Branca, que já tinha vaga garantida, enfrenta o Açaí/AAL (Associação Atlética Lençoense), classificado ao derrotar o Monte Azul por 4 a 3 nos pênaltis, após empate de 1 a 1. Às 10h, jogam Unidos do Júlio Ferrari, que também passou direto no sorteio, e Jardim América, que venceu o Alfredo Guedes por 5 a 3 nos pênaltis, após empate de 2 a 2.

QUARTAS DE FINAL

Além dos últimos duelos da fase classificatória, a rodada do último domingo (27) foi marcada pela definição dos primeiros confrontos das quartas de final do campeonato. No campo do Centro Esportivo Zéfiro Orsi (Jardim Ubirama), o Atleticano Lençoense derrotou o Unidos da Vila por 3 a 0. No outro jogo, o Atlético Primavera avançou com vitória de 2 a 1 sobre o Nacional.

Em Alfredo Guedes, a Chape superou o Paulista com vitória de 7 a 6 nos pênaltis, após empate de 2 a 2 no tempo regulamentar. Na outra partida, o Grêmio Cecap eliminou o Meninos da Vila com goleada de 4 a 0. Os vencedores se enfrentam no próximo domingo (10), no Vagulão. Atleticano Lençoense e Atlético Primavera jogam às 8h. Chape e Grêmio Cecap entram em campo às 10h.


A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade.

Valorize o jornalismo profissional. Fuja das Fake News. Clique aqui e assine O ECO!

destaques