Marcos Olivatto fala em “novo governo” para os próximos quatro anos

Atual prefeito de Macatuba já avalia mudanças na equipe administrativa, caso seja reeleito; confira quais são as suas propostas de governo

O sabatinado de ontem, dentro da série de entrevistas realizadas pelo Jornal O ECO, foi o atual prefeito de Macatuba, Marcos Donizeti Olivatto (PL), que concorre à reeleição ao lado do vice Amauri Antonio Bornello.

Marcos Olivatto chegou aos estúdios do Jornal O ECO acompanhado da primeira dama, Idilene Giglioli Olivatto, e da coordenadora de campanha, Conceição Giglioli Capanezi. Antes do início da entrevista, o candidato demonstrou certa tranquilidade e disse que não iria estourar o tempo de resposta, pois costuma “falar pouco”. E foi o que ocorreu, já que durante a entrevista, o candidato a prefeito pelo PL não precisou ser interrompido pela equipe de reportagem por conta do cronômetro.

O assunto pandemia do novo coronavírus (Covid-19) foi uma tônica da sabatina. Primeiro por conta da crise econômica. Marcos Olivatto garantiu que, caso eleito, vai gerenciar os recursos e comemorou o fato de a Prefeitura estar “saudável” financeiramente, com R$ 4 milhões em caixa. Também ressaltou que sai “mais fortalecido” da pandemia, já que precisou e ainda precisa tomar decisões importantes relacionadas ao assunto diariamente.

O SISAM (Sistema de Saneamento Ambiental de Macatuba) também foi debatido na sabatina. Marcos Olivatto garantiu que “não quer” a Sabesp de volta e ainda citou várias obras realizadas na cidade visando melhorias no saneamento básico. Também falou sobre a proposta de perfurar um poço profundo, projeto que está para aprovação na Câmara Municipal de Vereadores. “Passadas as eleições, este projeto deve ser aprovado”, disse, em tom de cobrança ao Poder Legislativo local.

O ponto alto da entrevista foi a afirmação de Marcos Olivatto de que, caso seja eleito, vai promover alterações em sua equipe administrativa. Ele inclusive disse já ter conversado com o vice Amauri Bornello sobre o assunto. A ideia é que, a partir de 2021, Macatuba tenha um novo governo em sua gestão.

Quando questionado a educação do município, Marcos Olivatto garantiu que Macatuba é referência no assunto e citou o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) para atestar a afirmação. Em 2017, o IDEB de Macatuba foi de 7,4, e em 2019, caiu para 7,0. Mesmo com a redução, é um dos maiores índices registrados na região.

Sabatinas de Macatuba seguem com Anderson Ferreira

Hoje, a série de sabatinas com os candidatos a prefeito da microrregião de Lençóis Paulista segue com a participação de Anderson Ferreira (PODE), que concorre ao cargo máximo do Poder Executivo de Macatuba ao lado do vice Claudinei Correa Leite de Moraes (PODE). A entrevista começa às 20h, ao vivo, pelo canal do Jornal O ECO no YouTube e pela página no Facebook.

destaques

Aos 60 anos, morre Maradona

O site do jornal argentino Clarín acaba de informar que o ex-jogador Diego Armando Maradona faleceu nesta quarta-feira (25), após um mal...

Comércio se prepara para a Black Friday

A segunda data mais movimentada para o comércio está prestes a chegar. No dia 27 de novembro tem a Black Friday, ou...

Cidade recebe melhor jogador do mundo

O beach tennis pode ser definido como uma mistura de tênis, vôlei de praia e frescobol. É considerado simples de se praticar,...

Campanha Papai Noel dos Correios será digital

Na última quarta-feira (18), teve início mais uma edição da campanha Papai Noel dos Correios, que terá algumas mudanças em relação aos...

Anaísa Portes Ramos é pioneira na cirurgia robótica no interior

Primeira cirurgiã robótica no interior do estado de São Paulo, a médica Anaísa Portes Ramos, nascida em Lençóis Paulista, é formada em...