Zilor lança linha de financiamento voltada a parceiros agrícolas

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios conta com montante de R$ 120 milhões

A Zilor Energia e Alimentos lançou um programa de financiamento que visa facilitar acesso ao crédito a parceiros agrícolas, por meio de um Fundo de Investimento em Direitos Creditórios. Com o apoio do BTG Pactual Asset e da Cypress, inicialmente, o fundo tem como cotistas a Zilor e o banco, contando com montante de R$ 120 milhões, podendo ser expandido ao longo do tempo de acordo com a demanda.

Os recursos do fundo serão direcionados ao financiamento das atividades de produtores rurais parceiros, relacionadas ao custeio e investimentos em plantio, com taxa de financiamento atreladas ao risco e produtividade de cada parceiro, com pagamentos realizados entre um e cinco anos, contando com amortizações, alinhados ao ciclo de plantio e colheita da cana-de-açúcar.

Segundo informações da assessoria de imprensa da empresa, além de facilitar o acesso ao crédito, de forma mais eficiente ampliando as fontes de captação acessando mercado de capitais, o programa é um incentivo ao aumento de produtividade, uma vez que as taxas de financiamento aos parceiros são balizadas pela produtividade e qualidade da cana-de-açúcar.

O Programa tem por finalidade financiar os produtores rurais que possuem contrato de longo prazo para o fornecimento de cana-de-açúcar à Zilor, viabilizando o acesso a recursos financeiros para investimentos no plantio, fortalecendo assim, a estrutura de capital de giro de Parceiros e contribuindo para melhoria na gestão de riscos e otimização de garantias de recebimento para a Zilor.

A Zilor, que está comemorando os seus 75 anos de fundação em 2021, sempre como protagonista na economia local, foi pioneira na implementação do modelo de Parcerias Agrícolas, iniciado há mais de 20 anos, que consiste na cessão de posse das propriedades rurais para parceiros responsáveis pelo cultivo da cana-de-açúcar em Lençóis Paulista e Macatuba.

Em um modelo sustentável de negócio, a Zilor se compromete a comprar toda a produção, a preço de mercado e em contratos de longo prazo. Os parceiros, por sua vez, devem realizar o cultivo da cana-de-açúcar de acordo com o Compromisso de Conduta e Desempenho assinado com a Zilor, o que assegura reinvestimentos saudáveis e sustentáveis nas suas áreas agrícolas e envolvem cerca de 130 mil hectares de plantio.

“Fomos pioneiros nesse modelo de financiamento e estamos muito satisfeitos com a repercussão, o que corrobora a solidez da Zilor e o alto índice de confiança que o Programa de Parcerias Agrícolas apresenta. Queremos trazer mais oportunidades de crédito para nossos parceiros nas próximas safras e melhorar a gestão de riscos e garantias da companhia”, ressalta o diretor financeiro Marcos Arruda.

Para o diretor-presidente Fabiano Zillo, a operação se destaca por ser inédita no setor e ratifica a relação de ganha-ganha entre companhia e parceiros. “A captação chega como uma nova oportunidade de apoio e fomento aos parceiros agrícolas, com vantagens, como o acesso a novas fontes de captação e prazos adequados, propiciando a sustentabilidade para a sucessão empresarial desse inovador modelo de negócio”, diz.


A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade.

Valorize o jornalismo profissional. Fuja das Fake News. Clique aqui e assine O ECO!

destaques