Nova empresa deve começar a operar em seis meses em Borebi

Oxy 8 Química vai investir R$ 2 milhões e gerar cerca de 20 empregos inicialmente

Em tempos de crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a vizinha cidade de Borebi deve colocar uma nova empresa em operação ainda neste ano. A Oxy 8 Química se prepara para se instalar na cidade para atuar na produção de componentes utilizados na fabricação de tintas. O investimento inicial deve ser de mais de R$ 2 milhões. A previsão é de que sejam gerados cerca de 20 empregos diretos e indiretos na primeira fase.

Formada por três sócios, Alex Machado, Alexandre Zaquir e Milton Gomes, naturais de Piracicaba e Bauru, a Oxy 8 Química chega para explorar uma área ainda pouco difundida longe de grandes centros urbanos. De acordo com Machado, a escolha por Borebi foi motivada pela boa localização geográfica e também pela hospitalidade da Prefeitura Municipal, que concedeu uma área de cerca de 5 mil metros quadrados para a instalação da empresa.

“Vamos produzir resinas e bases para a fabricação de tintas, componentes que tem grande demanda em todo o país. Não existe nenhuma empresa deste segmento na região. É uma área muito promissora, que deve se beneficiar com o bom momento da construção civil, que utiliza todos os aditivos químicos que iremos produzir na fábrica. Estamos muito confiantes e esperamos que a operação tenha início em seis meses”, relata o sócio.

Ainda segundo ele, um dos maiores diferenciais da Oxy 8 Química é a preocupação com a questão ambiental. “A empresa chega com essa proposta. Vamos capitar toda água da chuva para a utilização nos processos e vamos utilizar energia solar. Não vamos gerar nenhum tipo de resíduo na fábrica. Seremos uma empresa de circuito fechado, onde tudo será reaproveitado, sem causar impacto ao meio ambiente”, afirma Machado.

“Em um momento de crise como este, uma empresa se dispor a investir na cidade, gerar empregos, trazer novos parceiros e ajudar a cidade a aumentar sua arrecadação é muito importante e isso nos deixa muito felizes e otimistas para o futuro. Estamos trabalhando para estruturar nosso distrito industrial, aos poucos, com recursos próprios, para que outras empresas venham”, declara o prefeito Anderson Pinheiro de Góes, o Chiquinho (MDB).

destaques