Mesmo em meio à pandemia, Lençóis abre 2.658 vagas de emprego em 2020

Com desempenho entre janeiro e agosto, cidade bate recorde histórico; construção responde por 61,21% do total de vagas no mercado formal

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) segue afetando drasticamente a economia do Brasil, principalmente em relação ao mercado de trabalho, mas Lençóis Paulista vive uma realidade bem diferente. Apesar das adversidades, impulsionada pelos bons desempenhos de setores como a construção e a indústria, a cidade tem registrado, mês a mês, os melhores resultados da história na geração de emprego. Até o final de agosto, já foram abertas mais de 2,6 mil novas vagas.

Os números constam na última atualização do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgada no início do mês pela Secretaria Especial da Previdência e Trabalho, vinculada ao Ministério da Economia. De acordo com os dados consultados pela reportagem de O ECO, a cidade fechou o mês de agosto com 2.658 empregos criados no mercado formal (com Carteira de Trabalho assinada), com 8.573 contratações e 5.915 demissões.

Mesmo faltando quatro meses para o encerramento do balanço anual, o resultado obtido até agosto já é o melhor de toda a série histórica, iniciada em 2003 – o Governo Federal não disponibiliza estatísticas anteriores a esse período. O recorde representa aumento de 41,61% na comparação com o melhor desempenho registrado até então, de 2007, que fechou com saldo positivo de 1.877 ocupações (15.420 contratações e 13.543 demissões), de acordo com o Caged.

Procurado pela reportagem o prefeito Anderson Prado de Lima (DEM) celebra o desempenho. “O resultado me deixa muito feliz, porque o bom momento propicia que Lençóis Paulista, mesmo com a crise trazida pela pandemia, continue gerando emprego e renda diante da queda de arrecadação que se avizinha. O emprego é fundamental, por isso, investimos na capacitação do trabalhador local para poder oferecer mão de obra qualificada para atender às demandas criadas por grandes empreendimentos”, pontua.

Sabrina de Branco, gerente sênior de Relações Corporativas, Comunicação e Sustentabilidade da Bracell, uma das responsáveis pelo bom momento por conta das obras do Projeto Star, diz que a empresa se sente satisfeita pelo impacto positivo na economia local. “Proporcionar o desenvolvimento das comunidades ao nosso redor é um dos pilares da empresa e nos orgulhamos em saber que estamos contribuindo para a melhoria de um índice tão importante para a economia da região” destaca.

Na mesma linha do prefeito, ela também ressalta, a importância das diversas iniciativas da empresa para a qualificação da mão de obra das pessoas das cidades vizinhas, que permitiram que os trabalhadores tivessem oportunidade de concorrer às vagas abertas pelo projeto. “Também lançamos uma plataforma para facilitar o cadastro dos currículos da população e o processo de contratação pelas empresas que atuam na construção da nova fábrica”, finaliza.

SETORES GLOBAIS

Na subdivisão por setores globais da economia, a construção segue disparada como grande destaque de 2020, com 1.627 vagas abertas apenas entre janeiro e agosto (2.875 contratações e 1.248 demissões), o que representa incríveis 61,21% do total de novos empregos. Segundo os dados, as funções com maior saldo positivo de contratações são as de servente de obras (280), carpinteiro (222), montador de andaimes (176) e pedreiro (161).

O segundo melhor desempenho é da indústria, que já criou 967 ocupações no ano (2.671 contratações e 1.704 demissões). Em seguida aparece o setor de serviços, com saldo positivo de 209 empregos (1.552 contratações e 1.343 demissões). Os únicos setores que demitiram mais do que contrataram até o momento foram o comércio, que fechou 101 ocupações (1.118 contratações e 1.219 demissões) e a agropecuária, que perdeu 44 postos de trabalho (357 contratações e 401 demissões).

Cidade teve o melhor resultado para um mês de agosto

Além do recorde de geração de emprego no mercado formal, Lençóis Paulista também teve o melhor resultado para um mês de agosto desde o início da série histórica, em 2003. Até neste ano, o melhor índice obtido no mês havia sido registrado em 2015, quando foram abertas 219 novas vagas (797 contratações e 578 demissões). Os 842 postos de trabalho criados em 2020 (1.649 contratações e 807 demissões) superam a antiga marca em 284,47%.

Em agosto, o único setor que encerrou o mês no vermelho foi a agropecuária, que perdeu 25 postos (39 contratações e 64 demissões). O maior saldo foi observado na indústria, com superávit de 396 empregos (679 contratações e 283 demissões). Em segundo lugar no ranking ficou a construção, que está em alta desde o final de 2019 e manteve a curva ascendente, com a criação de 371 ocupações com Carteira de Trabalho assinada (555 contratações e 184 demissões).

Duas importantes áreas da economia local, que, por conta das medidas restritivas adotadas para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), tiveram momentos de baixa ao longo deste ano, demonstram sinais de recuperação e fecharam mais um mês com saldo positivo. O setor de serviços abriu 56 vagas formais (215 contratações e 159 demissões). Já o comércio criou 44 postos de trabalho (161 contratações e 117 demissões).

No país, desemprego já atinge 14 milhões de pessoas

Enquanto que em Lençóis Paulista o nível de emprego formal segue em alta, o número de desocupados no Brasil chegou a 14 milhões na quarta semana de setembro, de acordo com dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgados nessa sexta-feira (16) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A pesquisa aponta taxa de desocupação de 14,4% no país.

“Embora as informações sobre a desocupação tenham ficado estáveis na comparação semanal (na terceira semana do mês passado, a pesquisa revelou 13,3 milhões de desocupados), elas sugerem que mais pessoas estejam pressionando o mercado em busca de trabalho, em meio à flexibilização das medidas de distanciamento social e à retomada das atividades econômicas”, destaca coordenadora da pesquisa, Maria Lucia Vieira.

No mesmo período, a população ocupada do país totalizou 83 milhões de pessoas, o que, segundo a coordenadora da PNAD, é estatisticamente estável na comparação com a semana anterior. “Vínhamos observando, nas últimas quatro semanas, variações positivas, embora não significativas da população ocupada. Na quarta semana de setembro, a variação foi negativa, mas sem qualquer efeito na taxa de desocupação”, acrescenta.

Areiópolis é a melhor entre as demais cidades da região

Areiópolis também segue em alta na geração de emprego no mercado formal, com o melhor desempenho entre as demais cidades da área de cobertura de O ECO. Entre janeiro e agosto, a cidade acumula saldo positivo de 138 vagas (410 contratações e 272 demissões). O melhor desempenho é da agropecuária, com 115 postos de trabalho criados neste ano (240 contratações e 125 demissões). A indústria, porém, fechou 24 ocupações (12 contratações e 36 demissões).

A pequena Borebi acumula saldo negativo de 13 empregos (100 contratações e 113 demissões) nos oito primeiros meses de 2020, prejudicada justamente pela agropecuária. De acordo com o Caged, as empresas agrícolas da cidade encerraram 19 vagas até o momento (972 contratações e 91 demissões). O melhor desempenho do mercado formal borebiense, mesmo que tímido, é da indústria, que criou cinco ocupações em 2020 (15 contratações e 10 demissões).

O pior resultado da microrregião é da vizinha Macatuba, que já perdeu 131 postos de trabalho (540 contratações e 671 demissões). A baixa é impulsionada pelo mal momento da indústria, que tem demitido mais do que contratado e registra saldo negativo de 133 vagas formais (155 contratações e 288 demissões). A agropecuária tem o melhor resultado, mas pouco expressivo, com 13 empregos criados (17 contratações e quatro demissões).

destaques

Homem de 47 anos morre afogado

Um homem de 47 anos morreu afogado na tarde desse último domingo (18). A fatalidade foi registrada por volta das 17h em...

Termina hoje (19) prazo para rematrícula de alunos na rede estadual

Depois de prorrogado, termina hoje (19) o prazo para rematrícula para o ano letivo de 2021. A solicitação pode ser feita pelo...

Mesmo em meio à pandemia, Lençóis abre 2.658 vagas de emprego em 2020

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) segue afetando drasticamente a economia do Brasil, principalmente em relação ao mercado de trabalho, mas Lençóis...

Inadimplência cresce quase 20% na pandemia

O valor total da inadimplência registrado de abril a setembro deste ano, meses marcados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), foi 19,8%...

Dia D de vacinação contra a poliomielite mobiliza região

Crianças e adolescentes estão convocados a participar da Mobilização Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite, que tem seu Dia D marcado para...