Documentário sobre futebol é destaque na programação do MIS

“Eu Platzeck - A história não pode ser apagada” faz referência a estádio de Garça

Em parceria com a Garcine, o MIS (Museu da Imagem e do Som) exibe neste sábado (5), às 18h, o documentário “Eu Platzeck – A história não pode ser apagada”. Dirigida por Célia Lima, Gabriel Aparecido dos Santos e Carlos Oliveira, a produção, de 2017, faz referência ao Estádio Municipal Frederico Platzeck, onde o time da cidade de Garça disputou partidas pelas divisões intermediárias do futebol paulista.

O bate-papo ao vivo pode ser visto pelo canal do Youtube. Com mediação de Lucas Gervilla, artista visual e diretor, o encontro conta com a presença dos diretores e fundadores da Garcine Produtora, Célia Lima e Gabriel Aparecido dos Santos, e Chico Santos, cofundador do Coletivo Bodoque de Cinema e integrante da APAN (Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro).

O documentário resgata os tempos de glória, jamais esquecidos pelos entrevistados, que emocionam até quem não esteve presente no campo. Uma sequência baseada em fatos reais e a saga de uma inocente menina que desbrava nos dias de hoje um gigante esquecido e abandonado à própria sorte. Emoção e aventura se confundem com a história, passado e presente se confrontam na busca por dias melhores.

destaques