São Paulo suspende Fase Vermelha nos finais de semana

Fase também foi suspensa após as 20h nos dias úteis

O Governo do Estado de São Paulo decidiu hoje (3) revogar o decreto que colocava o estado na Fase Vermelha aos finais de semana e também após as 20h nos dias úteis. Isso ocorreu após uma leve queda nas internações e óbitos provocados pelo novo coronavírus (Covid-19), observada nesta semana.

A medida, que fechava as atividades não essenciais no período, passou a vigorar no dia 25 de janeiro. A princípio, valeria até o domingo (7), mas a restrição noturna está suspensa e o comércio pode reabrir nas cidades paulistas que estão classificadas a partir da Fase Laranja do Plano São Paulo já neste final de semana. A classificação das regiões dentro do Plano São Paulo não sofreu alteração.

REGIÕES

Atualmente, o estado de São Paulo tem seis regiões na Fase Vermelha: Barretos, Bauru, Franca, Marília, Ribeirão Preto e Taubaté. Nesta fase, essas regiões só podem abrir os serviços considerados essenciais de logística, saúde, segurança e abastecimento.

O restante do estado, que inclui a capital e a Grande São Paulo, está na Fase Laranja, na qual academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% e encerramento às 20h. O consumo local em bares é proibido.

O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (Vermelha) a etapas identificadas como controle (Laranja), flexibilização (Amarela), abertura parcial (Verde) e normal controlado (Azul). O plano divide o estado em 17 regiões e cada uma delas é classificada em uma fase do plano, dependendo de fatores com capacidade do sistema de saúde e a evolução da epidemia.

destaques