Mortes no trânsito caem 13% em setembro

Na comparação mesmo período de 2020, número de óbitos diminuiu de 455 para 396

De acordo com os novos dados do Infosiga SP, sistema do Governo do Estado gerenciado pelo programa Respeito à Vida e Detran.SP, o estado de São Paulo teve queda de 13% no número de mortes no trânsito em setembro de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado. Em setembro de 2020 foram registrados 455 óbitos nas vias paulistas, contra 396 no mês passado.

No acumulado dos primeiros nove meses de 2021 foram contabilizados 3.593 óbitos por acidentes de trânsito, contra 3.576 entre janeiro e setembro do ano passado, um pequeno aumento de 0,5%. Com relação aos acidentes com vítimas, houve uma pequena redução de 0,2%, passando de 14.503 casos em setembro de 2020 para 14.475 em setembro de 2021.

Na Região Metropolitana de São Paulo e na capital a redução de mortes no trânsito foi ainda maior. No comparativo entre setembro de 2020 e de 2021, as quedas nos óbitos foram, respectivamente, de 21% e 23%. Na Região Metropolitana o número de óbitos caiu de 145 em setembro do ano passado para 114 em setembro de 2021; na capital, a queda foi de 74 para 57 mortes na comparação dos mesmos períodos.

“As fatalidades no trânsito vêm apresentando gradativa e contínua queda. Isso demonstra o acerto das ações do Programa Respeito à Vida na educação para o trânsito, mobilidade urbana e segurança viária. E gostaria também de valorizar o papel das prefeituras na adoção de ações que reduzem os acidentes”, destaca Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran.SP.

MEIOS DE TRANSPORTE

Na comparação entre setembro de 2020 e de 2021, a maior redução de óbitos no trânsito no estado de São Paulo foi referente aos acidentes envolvendo ciclistas, que caíram 37,5%, de 32 em 2020 para 20 em 2021. Também se verificou uma queda de 26,9% nas mortes de ocupantes de automóveis, que passaram de 119 no ano passado para 87 em 2021.

Houve ainda uma redução significativa de 26,2% nas mortes de pedestres, que caíram de 84 em setembro do ano passado para 62 no mesmo período deste ano. O único modal que registrou aumento de mortes foi o de motocicletas: em 2020, foram 184 ocorrências, contra 197 em 2021, um acréscimo de 7,1%. Confira o comparativo no infográfico abaixo:


A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade.

Valorize o jornalismo profissional. Fuja das Fake News. Clique aqui e assine O ECO!

destaques