Casa Abrigo Amorada organiza campanha para arrecadar recursos

Entidade está funcionando acima da capacidade e aumento das despesas preocupa

Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Casa Abrigo Amorada, em Lençóis Paulista, já enfrentava muitas dificuldades financeiras desde o ano passado, mas a crise se agravou com a chegada de novos acolhidos, que tornou os recursos ainda mais escassos. Com o aumento das despesas, a entidade iniciou uma campanha para incentivar doações.

A coordenadora Gabriela Serrano conta que, além de não conseguir arrecadar fundos através dos eventos que costumava realizar antes da pandemia, a entidade também sofre com a queda de doações. “A diminuição foi significativa. Estamos passando por um período muito difícil. Apesar de recebermos uma verba da Prefeitura Municipal, o dinheiro não é suficiente para cobrir todas as despesas”, explica.

Segundo ela, a Casa Abrigo Amorada, que presta serviço de acolhimento institucional, assegurando conforto e bem-estar a crianças e adolescentes que estão sob medida de proteção judicial, tem capacidade para acomodar 20 pessoas, porém, atualmente, a entidade está superlotada, abrigando 21 internos, entre bebês recém-nascidos e jovens de até 17 anos.

Entre os novos acolhidos está um adolescente portador de TEA (Transtorno do Espectro do Autista), que necessita de diversos cuidados especiais. Entre as diversas doações que a Casa Abrigo mais precisa no momento estão dois itens muito usados no dia a dia: fraldas geriátricas de tamanho P e suplemento alimentar da linha Ensure, que são necessários para o adolescente.

A campanha de arrecadação da Amorada não tem data para acabar, já que a entidade precisa abastecer seus estoques continuamente. Gabriela Serrano explica que as pessoas podem ajudar doando quaisquer produtos, sejam eles alimentos, roupas, itens de higiene pessoal, produtos de limpeza ou até mesmo doações em espécie, que ajudam em outras importantes demandas.

 “Todas as doações que costumávamos receber caíram muito do ano passado para cá. Até mesmo ovos de chocolate para a Páscoa, que recebíamos todos os anos, não conseguimos neste ano”, lamenta a coordenadora. “Como estamos com os eventos suspensos por tempo indeterminado, apenas a sociedade que ouve os nossos pedidos e se sensibiliza está podendo nos ajudar”, completa.

Gabriela Serrano reforça que, devido à pandemia, a Casa Abrigo reforçou a higienização do local, o que consome ainda mais produtos de higiene e limpeza. Buchas de banho e de louça, sacos de lixo (de 60 e 100 litros), sabão em pó, amaciante, detergente, absorventes (com abas e sem abas) e cremes de pentear (cabelos cacheados e lisos) são os itens que a entidade mais precisa, mas qualquer ajuda é bem-vinda.

Quem quiser ajudar deve levar os produtos diretamente na Casa Abrigo Amorada (Rua Pedro Natálio Lorenzetti, 950, no Centro). Já as doações em dinheiro podem ser feitas via depósito em conta corrente (Banco do Brasil, agência 05738, conta 420174) ou pela chave PIX (279387100001/13). Respostas para dúvidas e outras informações podem ser obtidas diretamente pelo telefone (14) 3264-2058.

destaques