Terceira Coluna

ANO ATÍPICO
Daqui a quatro dias, milhões de brasileiros vão às urnas para escolher seus representantes pelos próximos quatro anos. Na reta final de uma campanha eleitoral totalmente atípica, no ano mais atípico já vivenciado pela sociedade moderna em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o que não tem sido atípico são as velhas artimanhas de sempre.

ÚLTIMOS ESFORÇOS
Todos os postulantes aos cargos dos respectivos poderes Executivo e Legislativo investem seus últimos esforços, recursos e estratégias para convencer o eleitorado ao qual se dirigem direta e indiretamente. Muitos mantêm o mesmo tom inicial, com discursos propositivos, fundados em suas visões particulares – algumas coletivas – de mundo, que podem ou não ser aceitas pela população. Outros, não.

OUTRO ALVO
Sem a desejada receptividade de seus discursos prontos, ‘manjados’ e ultrapassados, que oferecem o impossível, prometem o impraticável e garantem o inconcebível, muitos candidatos desistem de ‘vender’ seus próprios méritos, qualidades e virtudes. Sem conquistar o apoio necessário para a materialização de suas vitórias, fulanos, cicranos e beltranos mudam o alvo, que deixa de ser o pobre eleitor.

VELHOS LOBOS
Nesse ponto, pelo fracasso do trabalho de construção de uma imagem positiva para si mesmos, os novos e velhos lobos da política investem na única possibilidade que vislumbram no horizonte: a tentativa de desconstrução premeditada e ardilosa de figuras alheias. Para quem age desse modo, só existe uma lógica: “Se não é possível subir, a única forma de ter chance é derrubar quem está em cima”.

NAS SOMBRAS
Nas sombras, longe dos olhos da sociedade, alguns começam a mostrar quem realmente são, certos de que poucos, infelizmente, conseguem ler as entrelinhas. Já dizia o ditado “Quem não conhece, que te compre”. Muitos compram, e pagam caro. Não deveria ser assim, entretanto, lamentavelmente, isso faz parte do indigesto jogo político, no qual muitas peças se movem sem sequer sair do lugar.

ÁGUAS TORTUOSAS
Cabe a cada um fazer sua parte para mudar o curso das águas tortuosas antes que suas forças deixem um rastro de devastação. Se todos se dessem conta do poder que têm nas mãos, tudo seria muito mais simples, porém, o voto tem sido visto mais do que um dever a ser cumprido do que um direito soberano concedido pela democracia pelo qual tanto se lutou no passado.

LÓGICA
Ninguém é obrigado a sempre fazer a escolha certa, do mesmo modo que ninguém pode ser culpado por ter tomado uma decisão errada, até porque não se pode prever quais serão os desdobramentos de nada na política. Todos estão sujeitos aos acertos, mas todos também são suscetíveis aos erros que a vida impõe. Errar não é errado, o errado é não tentar acertar.

PASSADO E FUTURO
Não existe uma fórmula mágica para ajudar na escolha de um prefeito, vereador ou qualquer outro cargo eletivo, mas quem não foge da responsabilidade já está a meio caminho do destino. Candidato se avalia pela clareza das propostas, pela coerência das ideias e pela certeza dos ideais. Candidato se avalia pelo que foi no passado, pelo que é no presente e pelo que pode ser no futuro.

CHEQUE EM BRANCO
Escolher um representante é como assinar um cheque em branco e entregar na mão de alguém. É como autorizar quem mal se conhece a agir em seu nome, a defender seus interesses. Por isso, é preciso saber quem se interessa realmente pelo coletivo e quem apenas sinaliza que trabalha para defender seus próprios interesses. Nem sempre os fins justificam os meios.

GOVERNO OU PODER
Para quem vai às urnas no próximo domingo (15), vale uma dica importante: analise todos os seus candidatos profundamente. Para os mais atentos, não é difícil concluir quem defende planos de governo e quem apenas defende planos de poder travestidos de melhorias para a população.

destaques

Lista com 50 itens básicos de consumo ultrapassa valor do salário mínimo

O consumidor de Lençóis Paulista está pagando cada vez mais caro para abastecer a despensa. Com mais um mês de alta, o...

Com homenagem a escritor Ênio Romani, FILLP começa na terça

Está tudo pronto para a realização da 12ª edição do FILLP (Festival Integrado de Literatura de Lençóis Paulista), que neste ano, por...

Maior peça da caldeira chega à Bracell neste final de semana

Neste final de semana, uma das maiores e principais peças da caldeira do Projeto Star, obra de expansão da Bracell em Lençóis...

Lençóis tem 140 pessoas vivendo com HIV, diz Secretaria de Saúde

A última terça-feira (1) foi marcada pelo Dia Mundial da Luta Contra a Aids. A data foi instituída no Brasil e outros...

Lençóis irá receber equipe policial de Bauru para registro de ocorrências

Conforme noticiado na edição do último sábado (28), desde a terça-feira (1), a Delegacia da Polícia Civil de Lençóis Paulista passou a...