Terceira Coluna 18

START
Hoje o assunto central da coluna é a cada vez mais movimentada corrida eleitoral lençoense. Enquanto que a situação carimba sua chapa apenas no dia 10, quando o vereador Manoel dos Santos Silva, o Manezinho (PSL), deve ser anunciado como vice do prefeito Anderson Prado de Lima (DEM), essa quinta-feira (3) marcou a definição de duas chapas do lado da oposição.
CARIMBADO
Pelo PSDB, o ex-prefeito José Antonio Marise oficializou o médico Marcelo Ranzani, do PROS, como seu vice, em convenção realizada no Centro Municipal de Formação Profissional. Entre segunda e quarta-feira, o local já havia reunido os diretórios de Patriota, Progressistas, PRTB, PDT, Cidadania e PROS, que deliberaram sobre o apoio à chapa que tentará recolocar os tucanos no poder.
CORRENDO POR FORA
Também na quinta, no salão de convenções do Passer Hotel, o PTB confirmou a candidatura de Celso Angelo Mazzini, o Dé Mazzini, a prefeito, com Cleuza Spirandelli como vice. Os ex-vereadores, que exerceram seus últimos mandatos entre 2001 e 2004, quando o Legislativo local ainda era composto por 17 parlamentares e não 12, como atualmente, correm por fora na disputa, que deve ser polarizada entre Prado e Marise.
QUARTO NA ÁREA
A novidade da vez fica por conta de uma possível quarta candidatura majoritária. Não. Não falo do PMN de Ailton Rodrigues de Oliveira, o Juruna, que, mesmo querendo muito, dificilmente conseguirá concorrer. O partido em questão é o PT, que sequer vinha sendo cogitado no pleito, mas, segundo informações obtidas pela reportagem de O ECO, pode chegar em cima da hora para completar o grid.
TUDO CERTO
Com diversas pendências que o colocavam em situação irregular junto à Justiça Eleitoral, o diretório local do PT teria conseguido se acertar, ainda que tardiamente. A informação foi confirmada nesta tarde em consulta ao portal do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que revelou que a composição de um órgão provisório da legenda foi autorizada no mês passado, habilitando a formação de uma chapa.
DISSE QUE VAI
À Terceira Coluna, o novo presidente da sigla, Expedito José Gonçalves, que atua na área da comunicação com o nome de Jottha Gonçalves, não apenas garantiu que o PT pretende se lançar na disputa como se apresentou como pré-candidato ao cargo máximo do Executivo. Por telefone, ele também revelou que seu parceiro de chapa deve ser o ambientalista Celso Eduardo Jacon.
DE NOVO
O possível vice, que antes de se tornar petista sempre esteve filiado ao PV, já tentou por diversas vezes assegurar uma vaga na Câmara Municipal lençoense, mas nunca chegou nem perto de garantir a desejada cadeira. Nas eleições de 2016, por exemplo, ele obteve apenas 66 votos nas urnas, figurando apenas na 104ª colocação entre os 161 candidatos registrados no pleito.
DEPUTADO
Otimista, Celso Jacon também já se aventurou em duas oportunidades como candidato a deputado federal. Em 1998, conseguiu 2.745 votos, sendo 1.904 em Lençóis Paulista. Quatro anos mais tarde, em 2002, teve apoio de apenas 801 eleitores, 563 deles com domicílio eleitoral na cidade, de acordo com informações consultadas no banco de dados do TSE.
NO FIM
A ideia do PT, que acabou chegando tarde para a disputa, é realizar sua convenção no dia 16, último dia da janela, mas a data ainda não é oficial. O partido também esbarra na dificuldade para formar uma chapa de vereadores, visto que muitos dos que poderiam concorrer ocupariam cargos dos quais teriam que ter se afastado no mês passado, o que não foi feito por conta da indefinição.
OBSTÁCULOS
Caso as candidaturas se viabilizem, o partido deve enfrentar a rejeição que se criou por conta dos casos de corrupção na esfera nacional, inclusive envolvendo o principal símbolo da legenda, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Considerações à parte, o negócio é esperar para ver o que acontece, mas a inclusão de mais uma chapa na disputa não tira os holofotes do embate entre Prado e Marise.
AREIÓPOLIS
Definição também deve ocorrer nesta semana na vizinha Areiópolis, com as convenções de Cidadania, PSDB e PSD, que se reúnem na tarde deste sábado (5). As siglas devem bater o martelo em relação à chapa que tentará interromper a continuidade do governo do atual prefeito Antonio Marcos dos Santos, o Toni Cadete (PL), que tentará a reeleição ao lado de seu vice, Antonio Carlos Príncipe, o Ciço (MDB).
RIVAL
Segundo uma fonte consultada pela reportagem de O ECO, haveria um conhecido nome tentando se viabilizar internamente entre lideranças da oposição, mas o mais provável é que o oponente de Toni Cadete seja o mesmo das eleições passadas: Adriano Romualdo de Oliveira (CIDA). Adversário de longa data, Adriano foi derrotado nas urnas em 2016 com 2.906 votos contra 3.655 do atual chefe do Executivo.
ACERTO INTERNO
Adriano, que já exerceu quatro mandatos como vereador e na gestão anterior foi vice de Amarildo Garcia Fernandes (PSDB), já teria encaminhado um acordo com seu vice, mas a situação só deve ser desenrolada hoje. Caso se garanta como candidato, seu parceiro na chapa oposicionista deve ser José Eduardo Bitu (PSDB), que está em seu sexto exercício no Legislativo areiopolitano.
NA FRENTE
Fontes consultadas na cidade vizinha acreditam que a provável revanche que se desenha entre Toni Cadete e Adriano deva ser marcada pelo equilíbrio, como já foi em 2016, mas destacam que pesquisas que teriam sido feitas nas últimas semanas colocariam o atual prefeito em boa vantagem. Como dificilmente surgirá um terceiro nome para movimentar o pleito, dependerá de cada um convencer o eleitorado.
O ELEITOR DECIDE
A administração de Cadete não seria vista como perfeita, como nenhuma consegue ser, mas questões como a viabilização de moradias populares, a redução no nível de desemprego e o empenho para solucionar problemas antigos, como a saturação do aterro sanitário do município, seriam pontos favoráveis entre a população a quem caberá decidir pela continuidade ou não do governo.

destaques

Golpe do WhatsApp faz vítima em Lençóis Paulista

Parecia uma moda passageira, mas os golpes que clonam o aplicativo do WhatsApp de usuários para roubar dinheiro se tornaram uma epidemia....

Rompimento com Santa Casa de Birigui não prejudicará funcionários

O serviço de urgência e emergência de Lençóis Paulista deve passar por uma nova transição nos próximos meses. Alvo da operação Raio-X,...

Sabatinas com os candidatos a prefeito começam na segunda

Em reunião realizada na tarde da última quarta-feira (21), O ECO promoveu o sorteio da ordem de realização das sabatinas com os...

Projeto transforma ipê-amarelo em árvore símbolo de Lençóis

Todo final de inverno e começo de primavera em Lençóis Paulista é marcado pelo show à parte dado pelos ipês. As árvores...

Lei define regras para regularizar chácaras

A Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista promulgou nesta semana a lei que possibilita a regularização das chácaras de recreio que foram implantadas...