Terceira Coluna 12

POLÊMICA
Uma polêmica tem ecoado em Macatuba desde a segunda-feira (13), quando foi realizado o sorteio de 162 casas populares que estão em fase de conclusão pela CDHU. Enquanto muitas famílias contempladas comemoravam a oportunidade de sair do aluguel, outras, que ficaram de fora da lista, movimentaram as redes sociais.
NÃO PODE
De acordo com comentários feitos nos canais oficiais, muitos beneficiados não necessitariam das moradias, alguns por já possuírem casa própria; outros por terem renda familiar elevada. Diversos sorteados também não atenderiam a mais requisitos, entre eles, moradores de Lençóis que forneceram endereços de Macatuba e até deficientes sem deficiência.
SÓ O COMEÇO
A Prefeitura usou sua página no Facebook para postar um vídeo explicando que o processo não acaba no sorteio. Nele, a secretária de Assistência Social, Emília Damasceno, afirma que todos os contemplados terão as documentações analisadas pela CDHU antes da entrega das chaves e que, caso haja inconsistência nas informações, entram na lista os suplentes.
BURBURINHOS
As explicações não acabaram com os burburinhos facebookeanos, que foram inflamados por algumas pessoas com notórios interesses políticos. Para muitos dos que se dispuseram a interagir pelas redes sociais, as avaliações de perfil deveriam acontecer antes do sorteio, o que asseguraria a participação apenas das pessoas que realmente não têm um teto.
SIMPLES ASSIM
Seria muito mais justo, mas não exatamente mais prático, considerando o grande volume de inscrições – 2,6 mil, de acordo com a própria CDHU. Isso sem colocar na conta o fator pandemia e todas as restrições que ela traz consigo nas casas decimais. É muito mais fácil analisar documentos de pouco mais de uma centena de pessoas do que de milhares.
FORA DE MODA
Também merece um parêntese o fato de que tudo deve partir do princípio da honestidade, mesmo que tais adjetivos estejam um tanto quanto em desuso no Brasil. Ainda que este seja um desejo utópico, o que se espera, neste caso, é que apenas quem realmente precise se candidate. Fatos como este só comprovam que a corrupção não é um mal exclusivo de boa parte da classe política.
COMITIVA
Falando em classe política, o assunto também chegou ao Legislativo local, que foi em comitiva protocolar um requerimento na sede da CDHU, em Bauru, pedindo rigor na análise das documentações. Além do presidente Julio Saes (PTB), estiveram na companhia os vereadores Ricardo Genovêz (CIDA), Fabrício Gino Pereira (PSD) e Lasaro Cordeiro, o Lasão (PSD).
MERCHAN
A bem da verdade, soa mais como propaganda política do que como ato meramente administrativo. É obvio que todos foram eleitos para defender os interesses da população, mas também é obvio que rigor é o mínimo que se espera no trato da coisa pública, independentemente de papel timbrado de qualquer Câmara sobre a mesa.
PLEITO
Só para aproveitar o gancho, na cidade vizinha também já é possível observar movimentações por conta das eleições municipais que se aproximam. Além do atual prefeito, Marcos Olivatto (PL), candidato natural à reeleição, outros nomes começam a circular pela boca do povo quando o assunto é a corrida eleitoral.
SERÁ?
Do Legislativo surgem dois possíveis candidatos. Um deles é o já citado Fabrício Gino Pereira, filho do ex-prefeito José Gino Pereira Neto, o Zezo, que exerce seu primeiro mandato. O outro, também em primeiro mandato, é Anderson Ferreira (PODE), que, inclusive, já teria aparecido no topo de uma pesquisa de intenção de votos realizada no ano passado.
UM E OUTRO
Mas o principal adversário de Olivatto deve ser mesmo o ex-prefeito Tarcísio Abel (PTB). Depois de comandar o Executivo entre 2013 e 2016 e decidir não concorrer à reeleição, ele reaparece como um forte nome. Fontes indicam que existem, inclusive, conversas avançadas para a definição de um vice. Haveria até a possibilidade da união de dois virtuais candidatos.
DISPUTA
O embate particular entre Olivatto e Tarcísio já vem ocorrendo há algum tempo. As próprias casas sorteadas nesta semana têm sido objeto de disputa. Ambos se apresentam como pais da criança, cada um com sua parcela de razão. Macatuba não recebia moradias populares há quase 20 anos e as que lá estão foram viabilizadas com a participação fundamental dos dois.
CEDO
De qualquer modo, enquanto os partidos não se posicionarem, tudo que envolve essa disputa não passa de especulação. O período de convenções teria início na próxima semana, mas com o adiamento do pleito para 15 de novembro, isso deve ocorrer apenas entre 31 de agosto e 16 de setembro. As candidaturas devem ser registradas até o dia 26.
REVANCHE?
Seguindo na região, Areiópolis deve ter novamente um embate entre o atual prefeito, Antonio Marcos do Santos, o Toni Cadete (PL), e Adriano Romualdo de Oliveira (CIDA). Pelo menos é o que tem sido ventilado nos bastidores. Mesmo que surja outro candidato, a expectativa é que os votos se concentrem entre os dois. Em 2016, Toni venceu com 52,71% dos votos válidos contra 41,92%.
SUCESSOR
Na pacata Borebi, órfã do eterno prefeito Antonio Carlos Vaca, do PSDB, que faleceu no mês passado vítima da Covid-19, um nome é tido como certo. Anderson Pinheiro de Góes, o Chiquinho, do MDB, deve encabeçar a chapa da situação. O atual chefe do Executivo, Pedro Miguel de Araújo, do mesmo partido, pode novamente ser o escolhido para o posto de número dois, como já foi de Vaca.
DISPUTA…
A particularidade por lá se deve à disputa acirrada para a escolha do candidato da oposição, que deve sair do Podemos. De acordo com o próprio diretório local do partido, três nomes estão no páreo e a escolha só deve ser feita na convenção. Quem lidera as preferências é o Pastor Adilson Vera, que de 2013 a 2016 ocupou o cargo de vice-prefeito na gestão de Manoel Frias Filho, o Mané Frias.
… INTERNA
O segundo da lista é Antonio Roberto Moreira, o Tonho, candidato a vice na chapa do mesmo Mané Frias em 2016. O terceiro postulante ao cargo é Ronderlei Repeker, talvez o menos político dos três, que pode despontar justamente por esta condição. Qualquer que seja a escolha, o esperado é que o segundo mais votado dentro do partido complete a chapa oposicionista.

destaques

Comércio se prepara para a Black Friday

A segunda data mais movimentada para o comércio está prestes a chegar. No dia 27 de novembro tem a Black Friday, ou...

Cidade recebe melhor jogador do mundo

O beach tennis pode ser definido como uma mistura de tênis, vôlei de praia e frescobol. É considerado simples de se praticar,...

Campanha Papai Noel dos Correios será digital

Na última quarta-feira (18), teve início mais uma edição da campanha Papai Noel dos Correios, que terá algumas mudanças em relação aos...

Anaísa Portes Ramos é pioneira na cirurgia robótica no interior

Primeira cirurgiã robótica no interior do estado de São Paulo, a médica Anaísa Portes Ramos, nascida em Lençóis Paulista, é formada em...

Lençoenses lançam Art:Cidade

O artista audiovisual Lucas Dias Batista e o jornalista Júnior Placca lançaram na última terça-feira (17) o projeto Art:Cidade - uma vitrine...