Pode ser tarde demais

A segunda-feira (29) é um marco negativo para Lençóis Paulista e microrregião, que completam um ano de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), este mal que tem se mostrado imensamente devastador em meio a uma sociedade que teima em desrespeitar as regras básicas de prevenção e, com isso, contribui para que o caos esteja instalado no sistema de saúde pública.

Desespero, preocupação e angustia têm sido palavras mais do que constantes nas falas dos profissionais que atuam no enfrentamento à crise, sobretudo em Lençóis Paulista, que, apenas na última semana, entre o sábado (20) e essa sexta-feira (26), registrou 16 mortes em decorrência de complicações da Covid-19, sem contar a ocupação hospitalar que, há muito tempo, superou o limite da capacidade.

Infelizmente, ainda veremos muita gente chorar pela perda de entes queridos, de amigos, de colegas de trabalho. Apenas em três meses (que ainda nem acabaram), o número de casos confirmados já superou o registrado em todo ano passado. Em breve, o de mortes também irá. As pessoas não estão se dando conta da gravidade da situação. Quem sabe as coisas mudem quando a dor, que agora é dos outros, chegar perto. Mas pode ser tarde demais.

destaques