Mais uma investida

O drama enfrentado por todo o país na luta interminável contra o novo coronavírus (Covid-19) continua. Em Lençóis Paulista não tem sido diferente. Enquanto que o país registra, dia após dia, recorde de casos, mortes, e taxas de ocupação hospitalar, a cidade segue, por meio das autoridades ligadas ao enfrentamento, tentando frear o avanço da pandemia, igualmente observado por aqui.

Mesmo com a movimentação que resultou no aumento no número de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), nesta semana o PAC-19 (Pronto Atendimento à Covid-19) chagou a registrar 130% de ocupação por algumas horas. A situação crítica também se reflete no número de atendimentos diários nas unidades de retaguarda, que têm ficado constantemente acima dos três dígitos.

O município, que nesta semana viu o número de vítimas fatais chegar a 75, já contabiliza mais de 400 casos ativos, algo inédito até aqui. Com perspectivas nada otimistas para as próximas semanas, existe um consenso em relação à taxa de isolamento, que deve ser elevada dos atuais 38% para, pelo menos, 60% para diminuir a circulação do vírus. Caso contrário, o colapso do sistema é questão de tempo.

destaques