Projeto da Etec Cidade do Livro é semifinalista em premiação da Samsung

Alunos criaram um tubete biodegradável; finalistas serão escolhidos em outubro

A Etec Cidade do Livro, em Lençóis Paulista, foi escolhida como semifinalista no Prêmio Respostas para o Amanhã. A iniciativa global, criada pela área de Cidadania Corporativa da Samsung, multinacional sul-coreana, desafia alunos e professores da rede pública de ensino a desenvolverem soluções para problemas locais com experimentação científica tecnológica.

Um grupo de cinco alunos, coordenados pela professora Viviane Morais Leo e com apoio da professora Luciana Vieira Carvalho Hueb, desenvolveu um tubete biodegradável partindo de uma blenda de nanocelulose extraída de borra de café e bagaço de cana-de-açúcar. Sabendo da premiação apenas a duas semanas do encerramento das inscrições, os alunos precisaram se apressaram para cumprir todos os requisitos necessários.


“A Samsung pede para que nós apresentemos algo relacionado a uma problemática da nossa região. Levando isso em consideração, começamos a fazer pesquisas na área e chegamos à conclusão que, por ser uma região agrícola, muitos tubetes são utilizados para o plantio de sementes para a germinação das plantas. Foi aí que surgiu a ideia”, explica Viviane.

Segundo ela, os alunos envolvidos – Ana Cecília Pereira dos Santos, Janaina Faria Ferraz, Júlia Prado de Matos, Leonardo Teixeira Sanzovo Fraga e Maria Eduarda Leda Lopes – estão muito empolgados com os resultados do projeto e esperam chegar mais longe. Por enquanto, os 20 semifinalistas estão criando um protótipo, que devem apresentar até o final deste mês.

“O resultado é extremamente importante e dá visibilidade ao trabalho que desenvolvemos na Etec, além de mostrar aos alunos que eles são capazes. Eles precisam se empenhar e nós, professores, devemos apoiar. Juntos, somos melhores. Isso não foi representativo apenas para a escola, mas para toda a região”, finaliza Viviane, que revela que os 10 finalistas serão anunciados em outubro.


A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade.

Valorize o jornalismo profissional. Fuja das Fake News. Clique aqui e assine O ECO!

destaques