Prazo para entrega do Imposto de Renda termina na terça-feira

Contribuintes devem se atentar para data-limite para não cair na malha fina

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2022 está acabando e mais de 7 milhões de pessoas físicas ainda não acertaram as contas com o Fisco, segundo informações divulgadas nesta semana pela Receita Federal. A expectativa é de que 34,1 milhões de declarações sejam enviadas até o término do prazo. Pelo terceiro ano consecutivo, a data-limite foi prorrogada, passando de 29 de abril para 31 de maio.

A declaração é obrigatória em diversas situações. Pessoas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 em 2021; contribuintes com rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, de mais de R$ 40 mil; aqueles com patrimônio de mais de R$ 300 mil; para atividade rural, a obrigatoriedade é para quem teve receita bruta superior a R$ 142.798,50 no ano anterior; os que tiveram ganho de capital na alienação de bens ou direitos; para quem vendeu imóveis residenciais e comprou outro até 180 dias depois da venda e quem passou a residir no Brasil no ano passado.

De acordo com o advogado tributarista Cláudio Lopes, aqueles que fazem investimento em apostas ou compra de criptomoedas, também devem realizar a declaração do IR. “Se o contribuinte comprar R$ 5 mil em criptomoedas, ele tem que declarar que faz parte do patrimônio. E em relação às apostas, a faixa de isenção é até R$ 40 mil. Então, se ele ganhou até esse valor e não está obrigado a declarar o IR, o contribuinte não precisa declarar. Se ele for obrigado, ele deve lançar esse lucro com as apostas em valores recebidos com faixas de isenção”, relata.

O contribuinte deve ficar atento à data-limite. Aqueles que não realizarem a declaração do IR até a próxima terça-feira cairão na malha fina. “Quem não entregar a declaração até o prazo, está sujeito a multa e o CPF poderá sofrer restrições. Neste caso, o CPF ficará como condição irregular no sistema de consulta da Receita Federal”, afirma Cláudio, que também ressalta a multa aplicada pela Receita Federal que pode variar de R$165,74 até 20% do IR.

RESTITUIÇÃO

A Receita Federal liberou a consulta do primeiro lote de restituição do IRPF 2022 no dia 24 de maio. Esse lote contempla restituições residuais de exercícios anteriores. O crédito bancário para 3,3 milhões de pessoas será pago no dia 31 de maio, no valor de R$ 6,3 bilhões.

Este montante será destinado aos contribuintes que têm prioridade legal, idosos, contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. A consulta está disponível na página da Receita Federal pela internet e através de aplicativo para tablets e smartphones.  


A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade.

Valorize o jornalismo profissional. Fuja das Fake News. Clique aqui e assine O ECO!

destaques