“Não me vejo em outra profissão, eu acho que nasci bombeiro”

BOMBEIRO – Na corporação desde de 2003 e em Lençóis desde 2008, Bergamasco aguarda a promoção ao posto de 1º sargento (Foto: Gabriel Cochi/O ECO)

Dia 2 de julho é o Dia do Bombeiro Brasileiro. A data, escolhida por marcar a fundação do Corpo Provisório de Bombeiros da Corte, inaugurado em 2 de julho de 1856, no Rio de Janeiro, foi oficialmente instituída através do decreto de lei nº 35.309, de 2 de abril de 1954, para homenagear os valorosos profissionais que se dedicam a salvar vidas, colocando muitas vezes sua própria integridade em perigo.
Lençóis Paulista, desde 11 de dezembro de 2008, conta com uma base subordinada ao 12º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Bauru. Aqui atuam profissionais da mais alta competência, verdadeiros heróis. Um deles é o sargento Tadeu Bergamasco Urréa, que está na base desde sua fundação e divide seu tempo entre suas paixões, a profissão e a família.
Formado em mecânica pelo Senai e em técnico em eletrônica pelo CTI, em Bauru, sargento Bergamasco conta que passou por diversas profissões e chegou até a ingressar na faculdade de Administração de Empresas, mas revela que o sonho de criança falou mais alto. Em 2003 largou tudo para se tornar soldado do Corpo de Bombeiros, de onde nunca mais quis sair. “Sou um dos sortudos que encontraram aquilo que gosta de fazer, porque é difícil dar certo na profissão e ter a plena consciência que escolheu a profissão certa”, afirma.
Experiente, Bergamasco tem especialização em diversas áreas, como salvamento em altura, salvamento terrestre, resgate em emergências médicas, além do combate a incêndio. Sobre ser bombeiro, o sargento revela que a principal diferença para algumas profissões é que envolve muito o lado emocional. Por isso, destaca que a pessoa que se dispuser a seguir carreira precisa ter o perfil ideal, do contrário não aguenta permanecer. Outro ponto destacado é o amor ao ofício e a preocupação com o próximo na hora de empregar os conhecimentos.
Hoje o Corpo de Bombeiros é subordinado à Secretaria de Segurança Pública, porém, para Bergamasco, poderia muito bem se encaixar à Secretaria da Saúde, por conta dos atendimentos de socorro e resgate; e até à Secretaria de Meio Ambiente, pelas ocorrências envolvendo animais e até podas de árvores em locais de risco.
Emocionado, o bombeiro relata que, antes mesmo de ele ter se tornado pai, as ocorrências que mais o marcaram pessoalmente foram as de acidentes que envolveram crianças, algumas com óbito. “Em acidentes de trânsito, se as pessoas soubessem o quanto é danoso, doloroso, para as famílias e as equipes envolvidas. Ocorrências de atropelamento de crianças, ocorrências com crianças presas em ferragens, ali, o que você tem de melhor, você vai tentar superar, tanto na parte física, em escolher a melhor técnica, para ser a melhor retirada no menor tempo possível, essa é a grande missão do bombeiro, de preservar a vida”, ressalta.
 
Sonho de Criança
“Toda ocorrência a gente vai com a mesma vibração e o mesmo empenho, desde o primeiro dia, isso é o que move a gente, o que faz a gente acordar cedo e vir trabalhar com alegria e satisfação.”
Sargento Tadeu Bergamasco Urréa

destaques

Comércio se prepara para a Black Friday

A segunda data mais movimentada para o comércio está prestes a chegar. No dia 27 de novembro tem a Black Friday, ou...

Cidade recebe melhor jogador do mundo

O beach tennis pode ser definido como uma mistura de tênis, vôlei de praia e frescobol. É considerado simples de se praticar,...

Campanha Papai Noel dos Correios será digital

Na última quarta-feira (18), teve início mais uma edição da campanha Papai Noel dos Correios, que terá algumas mudanças em relação aos...

Anaísa Portes Ramos é pioneira na cirurgia robótica no interior

Primeira cirurgiã robótica no interior do estado de São Paulo, a médica Anaísa Portes Ramos, nascida em Lençóis Paulista, é formada em...

Lençoenses lançam Art:Cidade

O artista audiovisual Lucas Dias Batista e o jornalista Júnior Placca lançaram na última terça-feira (17) o projeto Art:Cidade - uma vitrine...