Demutran educa crianças sobre acidentes de trânsito

Com o tema “Juntos Salvamos Vidas”, ações serão realizadas em escolas

Desde o início deste mês ações em todo o Brasil são realizadas em apoio ao movimento Maio Amarelo. Com o tema “Juntos Salvamos Vidas”, a campanha Maio Amarelo 2022 tem como principal objetivo reduzir acidentes de trânsito, evitar mortes e chamar a atenção da população para o alto índice de acidentes. Em Lençóis Paulista, o mês será dedicado a palestras organizadas pelo Demutran (Departamento Municipal de Trânsito).

De acordo com Luiz Francisco Mariano, coordenador de Trânsito e Sistema Viário do Demutran, serão realizadas palestras e dinâmicas lúdicas em escolas municipais e grupos infantis. “Esse mês nós já temos uma agenda em escolas municipais e aquelas que têm interesse, podem entrar em contato conosco para agendarmos uma palestra. Ela é rápida e bem objetiva. É um assunto que vemos debatendo, e com um resultado a médio e longo prazo, uma vez que as crianças são nossos futuros condutores e estão próximas aos pais”, afirma o coordenador.

Além disso, Mariano também leva a mensagem para os adultos durante todo o ano realizando palestras em empresas particulares. Ele ressalta as principais causas de acidentes registradas. “Os atos mais simples de estar falando no celular, não dar seta, desrespeitar as leis de sinalização e velocidade podem causar acidentes. Grande parte deles ocorrem por ações simples e podem colocar as pessoas em risco”, ressalta.

MUDANÇAS NO TRÂNSITO

Em relação à mudança realizada na Rua Tomé de Souza, sentido bairro/Centro, no trecho compreendido entre a Rua José Paccola e Dr. Gabriel de Oliveira Rocha, Mariano explica quais estratégias foram utilizadas pelo departamento de trânsito. “Estamos estudando a parte viária da cidade com o objetivo de trazer o fluxo de veículos de uma forma correta. Ou seja, ruas que possuem uma carga e movimentação de avenida, e algumas avenidas com pouca movimentação. A ideia é trazer essa readequação, quando intensificamos uma rua com trafegabilidade intensa, existem vários riscos entre pedestres, moradores e motoristas”, finaliza.


A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade.

Valorize o jornalismo profissional. Fuja das Fake News. Clique aqui e assine O ECO!

destaques