Programa Coleta Certa chega a mais bairros de Lençóis Paulista
Contentores já estão nas vilas da Prata e Irerê e nos jardins Bela Vista e Village; Nova Lençóis deve ser o próximo bairro
Programa Coleta Certa chega a mais bairros de Lençóis Paulista
AMPLIAÇÃO - Com mais quatro bairros atendidos nesta semana, Coleta Certa já atende 11 localidades (Foto: Divulgação)
Começou na terça-feira (28) mais uma etapa de ampliação do Coleta Certa, programa de coleta mecanizada que tem como objetivo tornar mais eficiente e planejada a coleta dos resíduos sólidos em Lençóis Paulista. Os novos contentores já estão nas vilas da Prata e Irerê e nos jardins Bela Vista e Village, onde os moradores já podem depositar os resíduos recicláveis (contentor verde) e lixo orgânico (contentor azul).
Esta é a terceira etapa do programa, que foi idealizado e implantado pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. A primeira, em abril de 2019, contemplou os jardins Ubirama e Humaitá e o Parque Antártica. Neste ano foi a vez do Jardim América, Núcleo Habitacional Luiz Zillo e Cecap, que receberam os contentores e também deram início à coleta mecanizada.
Segundo a secretária de Agricultura e Meio Ambiente de Lençóis Paulista, Edéria Pereira Gomes Azevedo, a ideia é expandir o Coleta Certa para todo o município. “Temos uma sobra de recursos provenientes da compra de contentores e, se tudo der certo, vamos utilizá-la para a implantação do programa no Jardim Nova Lençóis”, adianta.
A coleta mecanizada dos contentores é feita por meio de um mecanismo instalado no caminhão, que permite que o lixo seja despejado na caçamba compactadora sem o auxílio de pessoas. O lixo orgânico é transportado ao aterro sanitário, enquanto que os resíduos recicláveis tem como destino a Cooprelp (Cooperativa de Reciclagem de Lençóis Paulista), que gera renda para famílias que trabalham na separação.
Além de tornar o trabalho mais seguro e humanizado para os servidores públicos o programa facilita a vida da população, pois permite que os resíduos sejam depositados em qualquer dia da semana, a qualquer hora. “Temos também o ganho ambiental, já que os resíduos não estarão mais espalhados pela rua e, assim, esse material não irá para galerias e rios do município”, pontua a secretária de Meio Ambiente.
Até o momento, os resultados são positivos e animadores. Segundo dados da pasta, nos jardins Ubirama e Humaitá, que foram bairros-piloto do programa, antes da implantação do Coleta Certa eram coletadas cerca de cinco toneladas de material reciclável por mês. Com a implantação da coleta mecanizada, esse percentual subiu para mais de 10 toneladas por mês.
Venda de imóveis para levantamento de recursos segue sem previsão
A concorrência pública para a venda de quatro imóveis urbanos pertencentes ao patrimônio do município visando levantar recursos para ampliação do Coleta Certa segue sem previsão de data para ocorrer. À redação de O ECO, José Denilson Nogueira, secretário de Suprimentos e Licitações, informou que a documentação ainda está sendo preparada para a publicação.
A Câmara Municipal de Lençóis Paulista aprovou no início de julho o projeto que autoriza a venda de quatro imóveis. Considerando o valor de avaliação dos imóveis, que é o mínimo que pode ser ofertado na concorrência pública, o município pode obter cerca de R$ 3,3 milhões com a venda. O investimento necessário para a ampliação para toda a área urbana está estimado em R$ 4,2 milhões.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia