Governo de SP abre inscrição on-line para sorteio de casas
Interessados devem fazer o cadastro entre os dias 4 e 13 de maio; Prefeitura Municipal vai montar Central de Atendimento
Governo de SP abre inscrição on-line para sorteio de casas
ADIANTADO - Com 70% das obras concluídas, casas terão aquecedor solar e azulejos na cozinha e banheiro (Foto: Divulgação)
A Prefeitura Municipal de Macatuba anunciou nesta semana que o Governo do Estado de São Paulo abre, entre os dias 4 e 13 de maio, as inscrições on-line para o sorteio das 162 casas populares que estão sendo construídas através da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), dentro do programa Viver Bem, Morar Melhor.
Vale lembrar que as inscrições seriam feitas no mês de abril, mas houve um atraso por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O novo edital precisou ser feito porque o Governo do Estado de São Paulo reduziu a zero a taxa de juros do financiamento para quem ganha até três salários mínimos.
Os candidatos poderão se inscrever no site da CDHU (www.cdhu.sp.gov.br) ou por meio do aplicativo Kaizala, disponível gratuitamente nas lojas App Store e Play Store. Após o processamento das inscrições, a CDHU irá divulgar a lista final de inscritos com as famílias aptas para o sorteio e também as famílias inabilitadas e o motivo. Para auxiliar os moradores que não possuem internet ou que precisam de orientação, a Secretaria de Assistência Social de Macatuba vai montar um Centro de Atendimento no Ginásio de Esportes Brasílio Artioli, das 9h às 16h30. 
“Há mais de 20 anos que a cidade não tinha um programa habitacional e isso me enche de alegria. Tivemos muitas mudanças no decorrer do programa, mas o importante é que as casas estão quase prontas e a taxa de juros para quem ganha até cinco salários mínimos é de zero. Como as inscrições devem ser feitas por meio eletrônico, direto no site da CDHU ou por um aplicativo de celular, vamos montar um Centro de Apoio para orientar as pessoas porque sei que os que mais precisam têm dificuldade com este cadastro”, disse o prefeito Marcos Olivatto
Outras informações serão divulgadas gradativamente pela Prefeitura Municipal de Macatuba. Já o sorteio ainda não tem data prevista.
Olivatto visitou nesta semana as casas. As obras estão 70% concluídas e a construtora já iniciou o trabalho de guias e sarjetas para a colocação do asfalto. “Mesmo com as dificuldades geradas por conta da pandemia, não deixamos de acompanhar essas obras tão esperadas pela população de Macatuba”, lembrou o prefeito.
As casas têm 47,87 metros quadrados de área construída, dois quartos, um banheiro, sala, cozinha e área de serviço. A estrutura do talhado é metálica com telhas romanas e piso frio. Banheiro e cozinha contam com azulejos. A novidade fica por conta do aquecedor solar em todas as unidades e o recuo frontal de cinco metros para facilitar a construção de garagem.
Processo começou no mandado do ex-prefeito Tarcísio
A desapropriação da área para a construção das 162 casas em Macatuba aconteceu no início de 2014, durante mandato do ex-prefeito Tarcísio Abel. Dois anos mais tarde, Tarcísio assinou o convênio entre Prefeitura Municipal e CDHU para que a construção iniciasse.
 “A construção das casas foi uma das principais metas da nossa administração, pois fazia um bom tempo que a cidade não tinha uma parceria com a CDHU. Mesmo com a crise econômica que pairava no Brasil naquele momento, conseguimos fazer o mais importante que era desapropriar os 3,3 alqueires na área”, lembrou Tarcísio.
O ex-prefeito também lembrou que todo o processo foi bastante desgastante. “Depois de enviar toda a documentação e os projetos, aguardamos ansiosamente a assinatura do convênio por parte do então governador Geraldo Alckmin. Conversei inúmeras vezes com ele e pedi agilidade, mas na época a crise que o estado e o país passavam segurava a liberação”, disse.
PARA SE INSCREVER É PRECISO:
- Morar ou trabalhar em Macatuba há pelo menos 5 anos
- Ter renda familiar bruta de 1 salário mínimo federal até 10 salários mínimos vigentes no estado de São Paulo
- Não ter imóvel no nome (nem o candidato, nem o cônjuge)
- Não estar inscrito no Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais (CADIN)
- Ser maior de 18 anos
* No ato da inscrição é necessário informar RG, CPF, endereço com CEP e-mail e número de telefone válidos para contato.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia