Homem é morto a facadas no Grajaú
Autor foi preso em flagrante; crime teria sido causado por motivos fúteis
Homem é morto a facadas no Grajaú
ASSASSINATO - Crime ocorreu no Jardim Grajaú, autor foi preso em flagrante (Foto: Flávia Placideli/O ECO)
Um homem de 41 anos foi morto com cinco facadas na última quarta-feira (18), no Jardim Grajaú, em Lençóis Paulista. Antes de falecer no próprio local, o homem, natural do município de São Francisco, do estado de Minas Gerais, informou o nome do autor do crime, bem como suas características, indicando o trajeto de fuga do mesmo, que acabou sendo preso em flagrante.
Segundo informações do Boletim de Ocorrência registrado pela 5ª Cia da Polícia Militar, durante um patrulhamento de rotina pela Rua Olino Fuin, no Jardim Grajaú, uma equipe se deparou com Elionei Martins Nunes caído no chão com ferimentos nas costas, ocasionados por golpes de faca.
De imediato, os militares acionaram o resgate e indagaram a vítima, ainda com vida, sobre o ocorrido. O homem de 41 anos, que estava residindo em Lençóis Paulista a pouco tempo, informou aos policiais o nome do autor do crime. Também descreveu que ele trajava uma camiseta do uniforme da empresa em que ambos trabalhavam, na cor cinza, e indicou o trajeto de fuga do mesmo.
Na sequência, viaturas fizeram diligência nas proximidades, localizando A.F.M., de 42 anos, que apresentava as mesmas características fornecidas, entrando em um matagal. Ao ser abordado, o homem natural do município de Campo Maior, no estado do Piauí, foi flagrado com a calça toda suja de sangue.
Ao ser questionado a respeito do crime, A.F.M. confirmou que havia desferido cinco facadas na vítima para se defender após uma discussão por motivos fúteis. O autor do crime declarou ainda que os dois moravam juntos em uma residência do bairro e que trabalhavam como pedreiros.
Diante dos fatos, A.F.M. foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por homicídio doloso qualificado por motivos fúteis. Posteriormente, o homem foi encaminhado à Cadeia Pública de Avaí, onde permaneceu preso. A faca utilizada no crime não foi encontrada. 
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia