Preste a completar 100 anos, escola Eliazar Braga passa por reforma
Projeto contempla substituição de toda as instalações elétricas; telhado já foi trocado
Preste a completar 100 anos, escola Eliazar Braga passa por reforma
SEGURANÇA - Escola centenária terá toda a rede elétrica substituída (Foto: Divulgação)
A Prefeitura Municipal de Pederneiras iniciou uma obra de melhorias nas instalações elétricas da Escola Municipal de Ensino Fundamental Eliazar Braga, localizada no Centro da cidade. No final de 2019, já havia sido feita a substituição de todo o telhado da escola, que neste ano completa um século de existência.
A escola já passou por diversas expansões e reformas, mas as instalações elétricas, porém, não acompanharam tais mudanças, o que justifica a grande necessidade do trabalho que está sendo executado neste momento. Estão sendo trocados o padrão de entrada de energia, os quadros de distribuição mais antigos, os dispositivos de proteção (disjuntores) e estão previstas, também, a substituição das luminárias do pátio da escola e a reforma das instalações elétricas de iluminação localizados na fachada do prédio. Todas essas mudanças estão sendo feitas para adequação de normas, para suportar a nova demanda da escola e para garantir a segurança do prédio e alunos.
“É a primeira vez em que é realizada a adequação da parte elétrica em toda a escola. Existiam as manutenções periódicas, porém, nunca foi feito nada neste porte”, explica a secretária de Educação, Fernanda Figueiredo Fabri Maciel.
O prazo previsto para o término da obra é de 30 dias e a reforma está sendo executada com investimentos próprios da Prefeitura, no valor de R$ 43 mil.
Na reforma do telhado, no ano passado, foram substituídas todas as telhas da cobertura, além da troca dos ripamentos e de peças de madeira danificadas, além de todas as calhas, rufos e condutores de água pluvial, com investimento de R$ 100 mil, também de recursos próprios.
Para este ano, além de toda a parte elétrica, estão previstas também a pintura de todo o prédio e a recuperação do calçamento.
Em 29 de abril deste ano, a escola completa 100 anos e já foi tombada como patrimônio histórico desde 1986.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia