Família procura adolescente de 14 anos desaparecida
Lindalva de Fátima Gonçalves da Silva, de 14 anos, foi vista pela última vez no dia 5
Família procura adolescente de 14 anos desaparecida
DESAPARECIDA - Adolescente de 14 anos foi vista pela última vez na noite do último domingo (5) (Foto: Arquivo Pessoal)
Familiares e amigos de Areiópolis procuram pela jovem Lindalva de Fátima Gonçalves da Silva, de 14 anos, desde a noite do último domingo (5), data em que ela foi vista pela última vez ao sair de sua casa com destino a uma igreja no bairro Santa Mônica. Seu desaparecimento foi registrado na Delegacia da Polícia Civil de São Manuel e é investigado.
De acordo com as informações fornecidas pela irmã da adolescente, Lorraine Heloísa, que procurou à reportagem do Jornal O ECO nesta semana para divulgação do caso, Lindalva saiu de sua casa, no Jardim Santa Mônica, no fim da tarde do domingo (5) para ir até a uma igreja evangélica localizada no mesmo bairro. Desde então, não foi mais vista. 
Nas redes sociais, a mãe, a irmã e amigos postam cartazes e fotos da adolescente desaparecida, a fim de obter informações sobre o paradeiro da mesma. Em uma conversa pelo aplicativo de WhatsApp, uma amiga da adolescente ‘printou’ uma conversa em que Lindalva fala sobre uma viagem que faria ao estado do Paraná, escondida de sua mãe.
A família registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia da Mulher, de São Manuel, que já possui uma pista sobre o possível paradeiro da garota. Para ajudar na investigação, as informações devem ser passadas para a Guarda Civil Municipal (199) ou para a Polícia Militar (190). Além das autoridades competentes, no cartaz há três números de celulares que podem ser contatados caso haja alguma informação: (14) 9 9152-2703, (14) 9 9133-5013 e (14) 9 9105-3112.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia