publicidade
Lençoense supera marca de 150 mil quilômetros de pedalada
Com 76 anos de idade, Professor Geraldo já percorreu quase o equivalente a quatro voltas no planeta
Lençoense supera marca de 150 mil quilômetros de pedalada
PAIXÃO PELO ESPORTE - Professor Geraldo começou a se dedicar ao ciclismo após a aposentadoria e já percorreu 150 mil quilômetros (Foto: Divulgação)
Inspiração talvez seja a palavra que melhor defina a trajetória de Geraldo Augusto da Silva, mais conhecido como Professor Geraldo. Apaixonado pelo ciclismo, o esportista de 76 anos atingiu recentemente um feito digno de reconhecimento, completando a incrível marca de 150 mil quilômetros de pedalada, distância equivalente a quase quatro voltas ao redor do planeta, que tem aproximadamente 40 mil quilômetros de circunferência.
Nascido na cidade de Santo Anastácio, perto da divisa de São Paulo com o Mato Grosso do Sul, seo Geraldo chegou a Lençóis Paulista há 34 anos, depois de passar breves períodos em outras localidades paulistas. Formado em Pedagogia, Estudos Sociais e Administração, dedicou a vida toda ao magistério, primeiro como professor primário, depois como diretor de escola, atividade que exerceu até 2005, a maior parte do tempo na escola Esperança de Oliveira.
Esbanjando disposição, energia e vitalidade, Professor Geraldo conta que sempre esteve ligado ao esporte. Praticou diversas modalidades, como atletismo e futebol, mas foi no ciclismo que descobriu sua verdadeira paixão. Começou a se dedicar às pedaladas assim que se mudou para Lençóis Paulista, em 1985, mas foi apenas depois da merecida aposentadoria, em 2005, que as aventuras sobre duas rodas começaram a ter mais espaço em sua rotina.
“No início não tinha nenhuma grande pretensão, pedalava porque gostava e me sentia muito bem. Comecei a marcar a quilometragem em 22 de janeiro de 2007, depois tudo acabou se tornando uma obsessão. Minha meta era chegar aos 75 anos com o dobro de quilometragem (em milhares) pedalada. Consegui cumprir no último dia, porque completei 150 mil quilômetros no dia 4 de dezembro e fiz 76 anos no dia 5”, comenta o esportista.
Em quase 13 anos de aventuras, seo Geraldo explorou praticamente todas as trilhas, estradas e vicinais de Lençóis Paulista e região, mas também desbravou outros territórios. A viagem mais longa que já fez teve como destino São Paulo, capital. No percurso, feito em dois dias com uma parada na cidade de Boituva, o esportista chegou a pedalar 182 quilômetros em um único dia. Outra jornada marcante foi no Circuito do Vale Europeu, em Santa Catarina, no qual pedalou 320 quilômetros em oito dias.
Um desafio que não terminou como o planejado foi a tentativa de ir pedalando até sua cidade natal. Na tentativa, feita em 2014, seo Geraldo, acompanhado por outros ciclistas, pretendia concluir o percurso de 380 quilômetros em três dias, mas acabou se acidentando e fraturando o pulso perto da cidade de Marília, antes da metade. “Infelizmente, tive que terminar o trajeto de carro, mas meus amigos acabaram indo até o final. Talvez um dia eu tente novamente”, destaca.
Idealizador do Dia do Ciclista Lençoense, instituído pela Lei Municipal 4.254/2011, seo Geraldo também é o criador do grupo Vaidoso, formado por ciclistas que já estão na terceira idade e que, como ele, nem pensam em ficar parados. “O esporte faz bem para a mente, para a alma e para o corpo. Não adianta ficar em casa assistindo televisão. Me sinto muito bem, com a saúde em dia. Enquanto tiver condições vou continuar pedalando”, finaliza.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia