Frente Solidária completa três meses de implantação
Programa promove capacitação e gera renda a pessoas desempregadas
O Programa Frente Solidária completou três meses em dezembro. Inicialmente foram selecionadas 24 pessoas que comprovaram estar desempregadas e em situação de vulnerabilidade social para prestarem serviços à Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista. Além de trabalhar, os integrantes podem realizar cursos de capacitação para que consigam se manter no mercado de trabalho ao fim do programa.
O prefeito Anderson Prado de Lima destaca que o objetivo principal do programa é restaurar a cidadania das pessoas que, muitas vezes, são colocadas à margem da sociedade. “Esse pessoal foi selecionado pela Secretaria de Assistência Social, que realiza o acompanhamento constante das condições das famílias lençoenses. Precisamos ter em mente que não são apenas 20 pessoas beneficiadas, mas 24 famílias que estão sendo restauradas por meio do trabalho digno e honesto”, declara.
No primeiro dia de trabalho os selecionados pelo programa foram incumbidos do trabalho de varrição da cidade. Eles receberam da Secretaria do Meio Ambiente o equipamento de proteção, crachá e material para execução do serviço, como carrinhos, vassouras, enxadinhas e sacos de lixo.
Para participar do programa coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico é preciso cumprir algumas exigências, como ser maior de idade, estar desempregado há um ano ou mais, residir na cidade há pelo menos dois anos. Não é permitido mais que um beneficiário por família. Os selecionados têm contrato de um ano, com possibilidade de renovação por uma única vez pelo mesmo período.
Os participantes cumprem jornada de seis horas diárias, cinco dias na semana, sendo que um dia é reservado para cursos. Eles recebem uma bolsa correspondente a 60% do salário mínimo nacional, acrescida de 40% para quem frequentar outro curso, além dos disponibilizados pelo programa. Todos participam de atividades ocupacionais e têm acompanhamento social.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia