publicidade
Fernando Collino larga no pelotão de elite da São Silvestre
Participando pela terceira vez, atleta lençoense busca melhorar o desempenho de 2018, quando terminou na 38ª colocação
Fernando Collino larga no pelotão de elite da São Silvestre
PREPARADO - Buscando superar recorde pessoal, atleta lençoense treina forte há mais de dois meses (Foto: Divulgação)
A próxima terça-feira (31) reserva mais um importante desafio para o lençoense Fernando Collino, que disputa a 95ª edição da Corrida de São Silvestre, mais importante e tradicional prova de corrida de rua do Brasil. Participando pela terceira vez, o atleta de 34 anos larga pelo segundo ano consecutivo no seleto pelotão de elite, composto por apenas 150 corredores, incluindo alguns dos principais representantes da modalidade no mundo, como o queniano Edwin Rotich, campeão de 2012 e 2013, e o etíope Dawit Admasu, campeão de 2014 e 2017.
Com excelente retrospecto na prova, acumulando uma 43ª colocação (50m59s) em 2017 e uma 38ª colocação (52m05s) em 2018, Collino vai para a terceira participação com o principal objetivo de bater seu recorde pessoal. Para isso, vem se dedicando há mais de dois meses, correndo todos os dias e fazendo trabalho de fortalecimento muscular na academia. Bastante focado na competição, o lençoense revela que não tem descansado nem aos domingos, chegando a percorrer, em média, 140 quilômetros por semana.
“A São Silvestre é uma prova bem difícil, por isso, estou me preparando desde outubro, realizando treinos com ritmos variáveis de manhã e à tarde. Devido à subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio (um dos trechos mais difíceis do percurso, que praticamente encerra a corrida), que é de quase dois quilômetros, também estou treinando bastante em pontos de subida, sempre a partir da segunda metade do trajeto. Aos finais de semana tenho feito percursos mais longos, entre 20 e 25 quilômetros. Quero chegar muito bem preparado”, destaca.
Com vários títulos conquistados em 2019, como na Meia Maratona de Bauru, Tem Running (Bauru), Volta da USP (Bauru), Circuito Cidades Paulistas (Lençóis Paulista), Corrida Solidária da Apae (Lençóis Paulista) e Corrida Rapiz (São Manuel), Collino se diz confiante para encarar mais um desafio e encerrar o ano com chave de ouro. “A corrida deste ano deve ser uma das mais fortes, com a participação de grandes nomes, mas minha expectativa é fazer uma boa prova e baixar minha marca de 2018”, acrescenta o atleta.
Com percurso de 15 quilômetros por algumas das principais ruas e avenidas do Centro de São Paulo, capital, a 95ª Corrida Internacional de São Silvestre, promovida pela Fundação Cásper Líbero em parceria com a Gazeta Esportiva, acontece na próxima terça-feira (31), a partir das 7h25, com as largadas das primeiras categorias. A prova terá transmissão ao vivo pela Rede Globo a partir da largada do pelotão de elite feminino, às 7h40. A largada do pelotão de elite masculino, do qual Fernando Collino faz parte, está prevista para às 8h05.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia