Morador de rua é espancado e morre na véspera de Natal
Autor do homicídio foi identificado, mas continua foragido
Morador de rua é espancado e morre na véspera de Natal
VIOLÊNCIA - Vítima chegou a ser socorrida, mas morreu na UPA na manhã desta terça-feira (24) (Foto: Arquivo/O ECO)
Na noite de ontem (23), um morador de rua de 43 anos morreu após ser espancando no Centro de Lençóis Paulista. A vítima foi socorrida por uma equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e deu entrada com vida na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na manhã desta terça-feira (24), véspera de Natal.
Segundo o Boletim de Ocorrência registrado na 5ª Cia da Polícia Militar, houve um chamado via Copom (Centro de Operações) informando que um indivíduo estaria agredindo um morador de rua a pauladas em via pública. Uma viatura se deslocou até a Rua Pedro Natálio Lorenzetti, onde a vítima já estava sendo socorrida pela unidade de resgate do SAMU.
No local, um cidadão que mora nas proximidades relatou aos policiais que estava a caminho de sua residência, juntamente com sua esposa, quando se deparou com a cena de agressão. Segundo a testemunha, um indivíduo estava golpeando um morador de rua com diversas pauladas e que, após as agressões, o homem fugiu.
O morador de rua, identificado como Valdêncio Furtado de Caldas, de 43 anos, deu entrada na UPA em estado grave, apresentando fraturas expostas no corpo e vários hematomas na cabeça. Ele não resistiu à gravidade dos ferimentos e veio a óbito na manhã desta terça-feira (24). 
O pedaço de madeira utilizado no crime foi apreendido no local e apresentado na Delegacia da Polícia Civil. O autor do homicídio foi identificado como sendo R.F.G., de 37 anos, morador de Lençóis Paulista, porém, até o fechamento desta matéria, encontrava-se foragido.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia