Voluntários realizam bazar e brechó em prol da Casa Abrigo
Ações acontecem entre os dias 5 e 7; produtos têm valor a partir de R$ 2
Voluntários realizam bazar e brechó em prol da Casa Abrigo
MULHERES DO BEM - Grupo de 23 mulheres confecciona artesanatos para ajudar a Casa Abrigo Amorada (Foto: Divulgação)
Dezembro é mês de presentear as pessoas queridas e também de se presentear. Na próxima semana, os lençoenses têm a oportunidade de fazer as duas coisas de uma forma muito nobre, contribuindo com a Casa Abrigo Amorada. Entre a quinta-feira (5) e o sábado (7) voluntários promovem duas ações que têm como objetivo levantar recursos em prol da entidade: o Bazar Beneficente e o 14º Brechó de Garagem.
O Bazar Beneficente acontece na quinta-feira (5), das 14h às 18h, na sexta-feira (6), das 10h às 18h, e no sábado (7), das 10h às 14h, na Rua Geraldo Pereira de Barros, 1025, no Centro (em frente ao restaurante Estância Grill). Promovido pelo Mulheres do Bem, grupo que confecciona diversos tipos de artesanatos para contribuir com a entidade local, o bazar terá diversos itens à venda.
Panos de prato, porta-guardanapos, toalhas de rosto, de banho e de mesa, almofadas, itens de decoração, enfeites natalinos, bolsas, colares e outros acessórios são apenas alguns dos exemplos que poderão ser encontrados no Bazar Beneficente, tudo feito com muito carinho e dedicação por cada uma das voluntárias. Os itens estarão à venda a partir de R$ 20.
Não para por aí, no sábado (7) também tem o 14º Brechó de Garagem, que acontece a partir das 7h30, na Rua São Paulo, 595, no Centro, com roupas, calçados, enxovais, acessórios, bolsas, objetos para a casa, entre outras coisas. Os itens arrecadados como doação, são seminovos, mas de muito boa qualidade. Tudo será comercializado a partir de R$ 2.
Tanto no Bazar Beneficente quanto no 14º Brechó de Garagem o pagamento também poderá ser feito no cartão de crédito. Toda a renda obtida nos dois eventos será destinada à Casa Abrigo Amorada, que acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, afastadas do convívio familiar por determinação da Justiça, na maioria das vezes por conta de problemas como violência doméstica e abuso sexual.
Maria Cristina Lorenzetti, presidente da Associação Amorada, entidade que mantém a Casa Abrigo, destaca que o sucesso das ações é muito importante para a entidade e convoca a população para participar. “Os recursos arrecadados no Bazar Beneficente e no Brechó de Garagem vão contribuir para que nós possamos fechar as contas do mês. Por isso, contamos com a participação de todos”, convida.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia