publicidade
Na melhor idade
Aos 79 anos, professor Oswaldo Luiz Moreira segue na ativa com os jogos de futebol
Na melhor idade
MELHOR IDADE - Jovem de alma, ‘seo’ Oswaldo tem o futebol como sua grande paixão (Foto: Flávia Placideli/O ECO)
A idade pouco importa quando se tem uma alma jovem, cheia de gás, felicidade e vontade de viver, mas é preciso muita saúde e disposição para chegar aos 80 anos e manter uma rotina frequente de atividades físicas. Essa é a história de Oswaldo Luiz Moreira, de 79 anos, professor aposentado que mantém sempre o sorriso no rosto e esbanja vitalidade nos campos de Lençóis Paulista, palco de suas ‘peladas’ praticadas pelo menos uma vez na semana.
Contrariando todas as probabilidades, ele tem energia de sobra e é exemplo de superação na melhor idade. Nascido em 26 de outubro de 1939, na cidade de Cerqueira César, na região de Avaré, ‘seo’ Oswaldo passou toda sua infância e juventude no pequeno munícipio de Manduri, ao lado de sua terra natal. Lá fez grandes amigos e descobriu uma de suas maiores paixões, o futebol.
“Sempre gostei do esporte. A primeira lembrança ligada ao futebol que me vem à cabeça é de quando, ainda menino, jogava no time ‘Da rua debaixo’. Já jovem, em 1976, praticava o futebol de salão. Em meados dos anos oitenta, meus amigos e eu fomos para o campo e começamos a praticar aos sábados à tarde. Era um compromisso sagrado”, recorda.
Moreira conta que, naquela época, o time, que é lembrado até hoje pela população do local, era conhecido por “Caras e Coroas”, já que o grupo era formado por jovens e adultos da região, que, segundo ele, tinham uma sintonia perfeita. “Lembro-me que disputávamos e ganhávamos todas as partidas. Era difícil perder para outro time. Éramos bons de bola”, conta.
Paralelamente ao futebol, com formação no magistério, Oswaldo deu início à carreira de professor lecionando em diversas disciplinas. Foi assim que passou por algumas cidades até chegar a Lençóis Paulista, em 1988. Já formado em Letras, sua outra paixão, se efetivou como professor de português, lecionando por mais de dez anos na escola Lina Bosi Canova, onde também foi diretor, antes de se aposentar na escola Guiomar Coneglian Borcat.
Profissional competente, responsável e comprometido, ‘seo’ Oswaldo sempre se dedicou muito à carreira de professor, contribuindo pela educação da cidade, a qual militou até sua aposentadoria. “Estar com os jovens e poder ensiná-los de alguma forma sempre foi meu maior objetivo dentro das escolas e me sinto de dever cumprido”, pontua.
Mesmo aposentado, o professor ainda frequenta bastante o ambiente escolar. Isso porque coordena um grupo de jovens que pratica futebol aos sábados na escola Guiomar Borcat. Responsável pela quadra e equipamentos dos jogos, ele não se contenta só em coordenar. “Sou responsável pelo grupo e pela organização do ambiente, mas o objetivo maior é jogar. Me sinto mais jovem quando estou rodeado de jovens”, confidencia.
Moreira revela que faz uma avaliação anual com o seu médico e não pensa em pendurar as chuteiras tão cedo. O segredo para tanta energia ele faz questão de revelar. “O tempo passa para todos, mas, ao invés de fazer dele seu inimigo, torne-o companheiro de aventuras. O futebol tem sido a minha vida. Isso significa muito para mim. Sem contar a minha família, ter filhos e netos é uma extensão da vida”, finaliza ‘seo’ Oswaldo, que é casado com Mary Marques, com quem tem três filhos, Tânia, Rodrigo e Tarsila, e três netas, Beatriz, Júlia e Bruna.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia