publicidade
Caminho da Fé
Ao lado dos pais, jovem Larissa, de apenas 13 anos, percorreu mais de 360 quilômetros de bicicleta até Aparecida do Norte
Caminho da Fé
PARA POUCOS - Após cinco dias de pedalada, família Temponi e amigos Maurício e Roberto concluíram o Caminho da Fé (Foto: Arquivo Pessoal)
Considerada uma das mais jovens a percorrer o Caminho da Fé, a lençoense Larissa Franco Temponi, de apenas 13 anos, se sente orgulhosa e privilegiada por ter participado desta aventura ao lado dos pais, Daniela Franco e Mário Luis de Oliveira Temponi, e dos amigos, Maurício Diniz e Roberto Zenateli. Eles completaram em julho o percurso de mais de 360 quilômetros que separa as cidades de Águas da Prata e Aparecida do Norte, em São Paulo, passando por cidades mineiras.
Fé, esporte, conhecimento, aventura, paz. Cada pessoa, ao subir em sua bicicleta, parte em busca de algo que certamente encontrará no tradicional Caminho da Fé. A trilha de peregrinação com aproximadamente 400 quilômetros de extensão, inaugurada em 2003, vai de Tambaú, cidade no interior de São Paulo, até seu destino final, Aparecida do Norte, no Vale do Paraíba, atravessando a Serra da Mantiqueira pelo sul de Minas Gerais.
Acompanhados de um carro com água e alimentos e com reservas em pousadas ao longo do percurso, o grupo saiu de Lençóis Paulista no dia 17 de julho rumo à cidade de Tambaú, onde passou a noite e, logo pela manhã da quinta-feira (18), seguiu até Águas da Prata, ponto de partida para a maratona.
Foram cinco dias de sol, chuva, poeira, vento, calor e frio. Manhãs, tardes e noites de muito pedal. E, além de todo esforço físico, de subidas e descidas, terras e pedras, o exercício psicológico foi tão rigoroso quanto o muscular. “A Larissa sempre nos acompanhou em todas as aventuras e nos passeios de bicicleta que fazemos aos finais de semana em Lençóis. Porém, eu achei que ela não fosse conseguir ir até o fim por conta do grande esforço físico. No segundo dia de pedalada, ela sofreu um acidente e se ralou bastante, mesmo assim, subiu em cima da sua bicicleta e continuou”, conta Daniela Franco, mãe da jovem aventureira.
Preparada para enfrentar os obstáculos da vida. É assim que a mãe e a própria jovem se vê. Muito comunicativa, aventureira e de personalidade forte, Larissa sabia desde o início que concluiria todo o trajeto ao lado dos pais e amigos e fala da experiência. “Tem algumas trilhas que, quando se chega ao topo, parece que você está perto das nuvens. Eu amei conhecer as grutas e capelas pelo caminho e as pessoas que conversamos, além dos muitos animais que vi. Eu amo aventuras e essa foi uma das minhas preferidas”, conta a jovem.
Só quem realmente percorre o trajeto aprende seus ensinamentos. Esse foi o aprendizado do grupo, especialmente de mãe e filha, que decidiram que iriam percorrer o Caminho da Fé pela primeira vez neste ano, apenas para agradecer a tudo que conquistaram nos últimos anos e, principalmente, à saúde e à vida que Deus lhes proporciona todos os dias.
Guiados pela beleza natural e louvados por uma energia inexplicável, após cinco dias de muito esforço, os aventureiros, enfim, chegaram no dia 22 de julho ao seu destino: Aparecida do Norte. No maior reduto da fé católica nacional, a jornada foi encerrada com muita emoção, fé e agradecimentos.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia