publicidade
Exposição relembra história de Maria Bove Coneglian
Com fotos, objetos e documentos da patronesse da Casa da Cultura, mostra segue até agosto
Exposição relembra história de Maria Bove Coneglian
HOMENAGEM - Exposição de Maria Bove Coneglian segue até agosto (Foto: Flávia Placideli/O ECO)
O Museu Alexandre Chitto (MAC), em Lençóis Paulista, iniciou nesta semana a exposição “Maria Bove Coneglian”, que traz fotos, objetos e documentos da professora que dá nome à Casa da Cultura, falecida em 2006. Já catalogados e integrados ao acervo histórico do município, os objetos foram organizados em uma exposição para visitação pública que segue até agosto. 
A exposição relembra a trajetória da filha do maestro e compositor italiano Salvador Bove, que foi seu primeiro professor de música. Com passagens por diversos conservatórios, Maria Bove queria ser uma famosa pianista, mas o tempo lhe despertou para a carreira de professora, a qual se dedicou por toda a vida. 
Começou a lecionar em 1946. Chegou a Lençóis Paulista em 1953 e tomou posse na cadeira de canto orfeônico na Escola Estadual Virgílio Capoani, onde também foi diretora. Em 1956, casou-se com Oswaldo Coneglian. Desta união tiveram dois filhos, Maria Aparecida, que faleceu no dia seguinte ao nascimento e Juninho Coneglian. Sempre liderou e participou de programas sociais e culturais como artista, cidadã e voluntária.
Durante 23 anos foi organista oficial da Matriz Nossa Senhora da Piedade. Na década de 1990 foi homenageada com o título de cidadã lençoense e emprestou o nome à Casa da Cultura. Maria Bove Coneglian faleceu em 22 de abril de 2006, em Lençóis Paulista, onde foi sepultada.
Para conhecer mais sobre sua história, as visitas ao acervo podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h30 e das 14h às 17h. A mostra é aberta a toda comunidade e segue até o dia 16 de agosto. Outras informações pelo telefone (14) 3264-1442. O MAC fica na Rua Cel. Joaquim Anselmo Martins, 575, no Centro. 
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia