publicidade
Aos 86 anos, morre empresário Alberto Trecenti
Marcado por comoção e homenagens, sepultamento ocorreu na tarde dessa sexta-feira (12)
Aos 86 anos, morre empresário Alberto Trecenti
HOMEM DIFERENCIADO - Co-fundador do Grupo Lwart e pessoa atuante nas causas sociais, Alberto Trecenti vai deixar saudades na comunidade lençoense
A comunidade lençoense sofreu uma grande perda nesta semana, aos 86 de idade, faleceu o sr. Alberto Trecenti, competente empresário co-fundador do Grupo Lwart e uma das pessoas mais atuantes nas causas sociais do município. O velório, marcado por muita comoção e homenagens, foi realizado durante toda essa sexta-feira (12), no Velório Municipal Oswaldo Panico. O sepultamento ocorreu às 17h do mesmo dia, no Cemitério Municipal Alcides Francisco.
Desde as primeiras horas do dia, o local recebeu empresários, comerciantes, representantes de entidades, autoridades e comunidade em geral, que se reuniram para prestar as últimas homenagens ao ilustre lençoense e transmitir as condolências aos familiares. Muito querido em todos os círculos de convívio, ‘seo’ Alberto Trecenti, vai deixar muita saudade, como afirmaram unanimemente os presentes.
Em nota, o prefeito Anderson Prado de Lima, que decretou Luto Oficial de três dias lamentou o ocorrido. “Receber essa notícia é extremamente triste para todos nós, lençoenses. Muito mais que um dos fundadores do renomado Grupo Lwart, ‘seo’ Alberto foi um dos maiores filantropos da nossa era. Como empresário foi notável, como ser humano foi extraordinário. Deixa entre nós uma lacuna gigantesca, é uma perda sem precedentes para a comunidade”, declarou.
Emocionada, Angela Fermino, coordenadora da Rede do Câncer, entidade presidida e auxiliada por ‘seo’ Alberto, que foi o principal responsável pela construção da nova sede inaugurada em maio, manifestou seu profundo pesar. “Não consigo nem expressar a dor que eu e todas as pessoas que conviveram com ‘seo’ Alberto estamos sentindo. A Rede não está perdendo um presidente, está perdendo um pai cuidadoso e amoroso. Um ser humano diferenciado que fez tudo o que podia fazer pelo próximo”, ressaltou.
O presidente da Câmara Municipal, Nardeli da Silva, também enalteceu a figura do lençoense. “Falar de ‘seo’ Alberto é algo muito fácil. A contribuição que ele deu para o nosso município não tem preço, seja pela criação dessa importante força de nossa economia, que é o Grupo Lwart, ou pelo incansável trabalho em prol das causas sociais. Contribuiu para a geração de milhares de empregos e fez pelas entidades o que poucos fizeram na história. Tudo isso faz dessa perda uma das maiores que Lençóis Paulista já teve”, pontuou.
Dr. João José Dutra, provedor do Hospital Nossa Senhora da Piedade, do qual ‘seo’ Alberto foi conselheiro, também lastimou a perda. “Alberto Trecenti foi uma pessoa que sempre ajudou não apenas o Hospital como diversas entidades e pessoas que necessitavam. Sempre tive uma consideração muito especial e posso dizer que tive a grata satisfação de ter convivido com ele nesse mundo. Uma pessoa da envergadura de ‘seo’ Alberto não se conhece sempre. Uma pessoa como poucas, com o talento e o coração que Deus o deu, não só para trabalho, mas também para fazer o bem”, disse.
Biografia descreve trajetória do ilustre cidadão lençoense
Filho do pecuarista e comerciante Carlos Trecenti e de Maria Guedes, ‘seo’ Alberto Trecenti nasceu em Lençóis Paulista no dia 7 de dezembro de 1932. É o quinto dos seis filhos do casal; irmão de duas mulheres, Emília e Adélia, e três homens, Luiz, Wilson e Renato. Neto de imigrantes italianos, sempre teve os ensinamentos da avó chamada de “Nona” (italiano) como referência para sua vida: trabalho, honestidade e economia para o futuro.
Concluiu seus primeiros estudos - curso primário - no Grupo Escolar Esperança de Oliveira. Jovem, começou a trabalhar ajudando o pai, dono de uma pequena venda e único açougue da cidade, criava gado em um pequeno sítio. Entregava leite, levava o gado e ajudava no matadouro municipal de Lençóis Paulista. Logo foi aprender o ofício da mecânica (soldador, torneiro e serralheiro).
Em 1948, Alberto e seu irmão Luiz transferiram-se para Palmital, onde trabalharam por três anos em uma oficina mecânica e serralheria. A união dos quatro irmãos e seu retorno a Lençóis Paulista se deu em 1951, após um convite para prestação de serviço nas usinas açucareiras da região. A decisão: “sozinhos seremos fracos e juntos seremos fortes”.
Fundaram, então, a Trecenti Indústria e Comércio, onde, além de prestar serviço e fabricar peças para usinas de açúcar e álcool, faziam estruturas metálicas, brinquedos para parques de diversão, parafusos, implementos para reflorestamento, laminação de ferro e aço etc.
Casou-se em 1956 com Elza Marques de Lima. Conheceu sua esposa em Palmital ainda adolescente, pela qual se apaixonou e tiveram dois filhos, Carlos Alberto e Ivana.
Seus esportes favoritos na juventude foram boxe e natação, já a pescaria era seu hobbie preferido, que aprendeu com seu pai às margens dos rios Lençóis e Claro. É onde ele “refazia suas energias e higiene mental” e encontrava-se com os amigos.
No ano de 1958 perdeu seu pai aos 58 anos. E em 1962 fundaram uma loja de ferragens a qual puseram o nome em homenagem ao pai: Ferragens São Carlos”.
Em 1965 teve mais um golpe com o falecimento de seu irmão mais velho Luiz. Os irmãos então trouxeram o sobrinho, Luiz Carlos, na época com 16 anos, para trabalhar no lugar do pai.
Os irmãos fundaram, em 1975, a Lwart Lubrificantes, fábrica para recuperar óleo lubrificante usado. Alberto era o Diretor Industrial, Renato era Dir. Administrativo, Wilson o Dir. Financeiro e o sobrinho Luiz Carlos era o Dir. Comercial. No ano de 1976, Alberto viveu em Salvador/BA onde foi montar uma indústria de óleo lubrificante que foi vendida.
Voltando a Lençóis, sempre trabalhando na empresa, em 1982 perdeu seu irmão Wilson, aos 54 anos. Mas, com muita garra e força continuaram ampliando as empresas e, em 1985, começaram a construção de mais uma indústria em Lençóis Paulista, dessa vez a de celulose, pois na região havia muitas florestas de pinus, em 1986 a Lwarcel Celulose começou a operar e em 2018 foi vendida para uma multinacional.
Seus filhos casaram-se na década de 80 e lhe deram cinco netos e hoje já tem dez bisnetos.
Já em 1998 foi fundada a Lwart Química, empresa de produtos de impermeabilização para construções a qual foi vendida em 2014.
Hoje o Grupo Lwart emprega mais de 800 pessoas direta e indiretamente.
“Seo’ Alberto se afastou das operações das empresas e passou a fazer parte dos Conselhos de Administração e Sócios até 2018.
Foi Conselheiro no Hospital Nossa Senhora da Piedade, presidente da Rede do Câncer de Lençóis Paulista e também prestou assistência à Rede Capes de recuperação de dependentes químicos.
Como sempre gostou de pecuária, comprou fazendas no Mato Grosso do Sul onde criava gado de corte.
É patrono da Escola do Sesi com muito orgulho, a qual junto com seu sobrinho Luiz Carlos e autoridades a trouxeram para Lençóis Paulista, onde foi inaugurada em 2013.
Exemplo de força, bondade, dedicação, amor à família e muito trabalho, construiu um legado para o futuro (com assessoria de imprensa).
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia